Corinthians rompe com Cigano a um mês da luta contra Overeem

Ex-campeão dos pesados confirmou fim do contrato com o Timão, mas se mostrou confiante na renovação do vínculo

Cigano assinou com o Corinthians em 2012. Foto: Gazeta Press

Cigano assinou com o Corinthians em 2012. Foto: Gazeta Press

Primeiro foi Anderson Silva, cuja rescisão contratual inclusive gerou uma cobrança de R$ 120 mil na justiça, e agora é a vez de Junior Cigano ficar sem o patrocínio do Corinthians. A pouco mais de um mês de sua volta ao octógono, contra Alistair Overeem no UFC on FOX 17, o próprio Cigano confirmou o fim de sua parceria com o Timão.

Veja Também

Vídeo: Assista à pesagem do UFC SP: Belfort x Henderson 3. Ao vivo!
Por cargo no UFC, Minotauro recusa proposta de volta aos ringues no ‘Novo PRIDE’
Vídeo: confira cinco curiosidades sobre o UFC SP: Belfort x Henderson

Segundo o site do canal “ESPN Brasil”, o lutador disse que o vínculo com o Corinthians foi encerrado no último dia 1º de novembro. Cigano, porém, se mostrou confiante na renovação do patrocínio. “Corinthians uma vez, Corinthians sempre. Meu contrato venceu, e devido à situação (financeira) do clube estamos em negociação. Não saiu ainda, espero que aconteça isso. A gente ainda está nas conversas para a renovação”, declarou.

O Corinthians começou a investir no MMA em 2011, quando assinou contrato com Anderson Silva, então campeão dos médios do UFC e torcedor declarado do Timão. Um ano depois, foi a vez de Cigano, na época detentor do título dos pesos pesados, firmar seu acordo com a equipe paulistana. Com ambos os vínculos encerrados, o atual líder do Campeonato Brasileiro e cada vez mais próximo de seu sexto título nacional, está fora da maior organização de MMA do planeta.

Hangout SUPER LUTAS especial UFC SP

Nesta segunda-feira (09), a partir das 20h (horário de Brasília), o SUPER LUTAS realiza uma edição especial do Hangout, analisando e debatendo o UFC São Paulo: Belfort x Henderson 3. Assista ao vivo no nosso CANAL NO YOUTUBE!

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments