Trujillo protesta contra derrota para Tibau no UFC SP

Norte-americano, que perdeu após decisão polêmica do árbitro, irá dar entrada a reclamação formal perante a CABMMA

Luta entre Tibau e Trujillo acabou de forma polêmica. Foto: Divulgação/UFC

Luta entre Tibau e Trujillo acabou de forma polêmica. Foto: Divulgação/UFC

Insatisfeito com o desfecho de sua luta no UFC Fight Night 77, em São Paulo, Abel Trujillo e sua equipe irão apelar perante a Comissão Atlética Brasileira de MMA para que o duelo contra Gleison Tibau tenha seu resultado revisto.

Veja Também

Belfort reencontra a vitória em novo nocaute sobre Henderson no UFC SP
UFC SP: Thominhas e Glover nocauteiam e fazem a festa da torcida
UFC SP: Tavares finaliza no card preliminar e bate recorde

No último sábado (7), Trujillo foi derrotado de maneira rápida por Tibau, com 1min45s do primeiro round, com um mata-leão. A questão é que o combate foi interrompido por decisão do árbitro, Keith Peterson, e Trujillo não bateu em desistência ao golpe, nem mesmo perdeu a consciência com o estrangulamento.

De acordo com o site norte-americano “MMA Fighting”, a academia onde Trujillo treina, a Blackzilians, entrou em contato com a entidade brasileira para requerer a documentação necessária para a entrada do processo.

Este seria o primeiro de dois passos para que a luta tenha seu resultado alterado. Depois de receber a documentação, a CABMMA irá questionar Peterson a respeito de sua decisão. Caso o árbitro indique ter cometido um erro, abre-se o caminho para a alteração.

Mudanças de resultado após lances polêmicos não são novidade em eventos do UFC no Brasil. Em março, a CABMMA reviu a luta entre Leandro Buscapé e Drew Dober, no UFC Fight Night Rio, após o norte-americano ser declarado derrotado com uma guilhotina que nem mesmo estava encaixada. Na ocasião, o árbitro do combate, Eduardo Herdy, assumiu o erro e a luta virou no-contest.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments