‘Ronda foi criada pela mídia’, dispara Sonnen

Norte-americano diz que imprensa fez com que parecesse que ex-campeã é mais habilidosa do que de fato é

Ronda (foto) recebeu críticas após derrota. Foto: Josh Hedges/UFC

Ronda (foto) recebeu críticas após derrota. Foto: Josh Hedges/UFC

Chael Sonnen nunca foi conhecido por medir palavras para fazer suas análises a respeito de MMA. Desta vez, ele disparou contra Ronda Rousey, que, no último fim de semana, perdeu sua invencibilidade de forma devastadora ao ser nocauteada por Holly Holm no UFC 193.

Veja Também

‘Amei ver Ronda levando uma surra’, revela Bethe
Vídeo: Ronda esconde o rosto na chegada nos EUA
Ronda pega suspensão médica de seis meses após nocaute
Cinco fatores técnicos que fizeram Holm arrasar Ronda

O ex-lutador, que atualmente trabalha como comentarista na televisão norte-americana, afirmou que a aura de invencibilidade criada ao redor de Ronda é fruto da própria imprensa, que fez com que se acreditasse que a lutadora fosse mais habilidosa e dominante do que de fato é. “Essa categoria ainda é tão rasa e nova… Quando a mídia começou a dar destaque, havia muita promoção e crença em cima disso. Quando você escuta algo várias vezes, começa a achar que isso é verdade, e eu também me incluo nisso. A questão é que Ronda é criada pela mídia. Foi uma sensação midiática. Ela tem ótimas habilidades, mas é assim como vários outros”, analisou Sonnen.

O norte-americano acredita que o UFC irá perder espaço na grande mídia com a queda de Ronda, mas prevê que a organização não terá muitos problemas com isso. “Quando uma estrela sai de cena, outra nasce. Mas eu não acho que Holly Holm, por melhor que ela seja fisicamente, irá conseguir transcender culturas como Ronda fez. Ronda tem uma personalidade única – ela é muito adorável e vendável. Ela fala as coisas corretas. Holly somente é uma pessoa realmente doce e gentil e que é uma ótima lutadora. Acho que o UFC irá perder um pouco o embalo. Mas nós tivemos Brock Lesnar, que era uma atração que se via uma vez na vida. A empresa continua valendo bilhões e bilhões mesmo sem ele”, completou Sonnen.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments