Comissão Atlética descobre quadrilha que fraudava exames médicos no MMA brasileiro

Presidente da CABMMA, Rafael Favetti não revelou quais os atletas envolvidos, mas disse que não há nenhum lutador do UFC no esquema

Cúpula da CABMMA após a reunião no Ministério do Esporte. Foto: Ivo Lima/ME

Favetti (segundo da esq. para a dir.) denunciou esquema de fraude em exames. Foto: Ivo Lima/ME

Um grande escândalo nos bastidores promete abalar as estruturas do MMA brasileiro e deve gerar graves consequências para os envolvidos já nos próximos dias. A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) revelou ter descoberto um esquema gigantesco de fraude em exames médicos para atletas que competem no circuito nacional e deve indiciar os envolvidos em breve.

Veja Também

GIRO SUPER LUTAS #04 – UFC 194 | Aldo x McGregor | Weidman x Rockhold | Werdum x Velasquez e mais
Imagens de vestiário mostram McGregor treinando golpe que nocauteou Aldo
Vídeo: Hangout SUPER LUTAS analisa o UFC 194 e a derrota de José Aldo
Werdum revela veto a McGregor em equipe brasileira: ‘A gente ia quebrá-lo’
Com queda de Aldo, UFC tem troca total de campeões em quatro anos

A revelação foi feita pelo presidente da entidade, Rafael Favetti, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”. “A Comissão vem fazendo uma investigação secreta contra fraudes nos exames médicos fornecidos por atletas em diversas academias. Nós chegamos ao ponto de estarmos possivelmente lidando com uma quadrilha, uma quadrilha que tem como especialidade fraudar exames médicos para atletas de MMA”, contou o dirigente, sem revelar ainda os nomes das academias ou atletas envolvidos.

“Nós entramos em contato com hospitais e laboratórios, e nem eles sabiam que estavam envolvidos nessa fraude. Eles ficaram desesperados. Nosso próximo passo é levar o caso à polícia e à polícia federal para que ocorram os trâmites legais contra o crime”, contou Favetti, que garantiu, no entanto, que nenhum atleta do UFC está envolvido no escândalo.

“Nós vamos anunciar em breve quem são os envolvidos no caso, logo após conversamos com a polícia e a polícia federal. Nós vamos anunciar os nomes dos atletas e das academia e eles, provavelmente vão ser banidos do esporte. Eles já estão suspensos por tem indeterminado. Eles vão ter a oportunidade de se defender, mas também serão investigados por esse crime. Se a defesa deles não for satisfatória (e, sejamos claros, eles não têm muito a dizer sobre isso, é um caso claro de fraude), eles vão ser desfiliados”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments