Anderson pede por luta contra McGregor: ‘Gostaria de me testar’

Lutador brasileiro ignora diferença de peso, elogia irlandês e pede por revanches contra Nick Diaz e Michael Bisping

Anderson expressou desejo em enfrentar McGregor. Foto: Produção SUPER LUTAS/Divulgação UFC

Anderson expressou desejo em enfrentar McGregor. Foto: Produção SUPER LUTAS/Divulgação UFC

Raramente Anderson Silva vem a público para desafiar um outro lutador ou expressar seu desejo em fazer uma luta em específico. Porém, o brasileiro quebrou a tendência e falou sobre quem deseja enfrentar em suas próximas lutas, curiosamente citando o nome de Conor McGregor.

Veja Também

Anderson Silva é confirmado no UFC Curitiba contra Hall
Kennedy se irrita com Anderson: ‘Covarde trapaceiro’
Vídeo: Anderson e Belfort batem bola na Arena da Baixada para promover o UFC 198
Mousasi lança desafio a Anderson para junho ou julho

As palavras de Anderson chamam a atenção primeiramente pela grande diferença de peso entre os dois. “Spider” foi campeão por sete anos da categoria dos médios (até 84 kg), enquanto que McGregor é o dono do cinturão dos penas (66 kg). Mesmo assim, Anderson elogiou as habilidades do irlandês e afirmou que um duelo seria um importante teste para ele.

“É um desafio que eu gostaria de realizar. Eu nunca pedi para enfrentar ninguém, nunca pedi para lutar com ninguém, mas é um desafio que gostaria de ter, de testar minha habilidade marcial contra o McGregor. Acho que o McGregor é um grande lutador em pé, na última luta ele não lutou muito bem porque acabou entrando no jogo do Nate Diaz, e é um desafio muito difícil”, declarou, em entrevista ao site do canal “Combate”. “A gente poderia fazer um peso casado, já que ele falou que luta com qualquer um, em condições iguais. Acredito que um peso casado seria interessante para o esporte, tanto pra mim, quanto pra ele.”

Além disso, Anderson expressou o desejo em fazer revanches de suas duas últimas lutas no UFC. “Gostaria disso, de uma revanche contra o Nick Diaz e contra o Michael Bisping, porque a luta terminou de uma maneira que não foi bacana”, completou.

Antes de pensar nas revanches, Anderson já tem compromisso marcado para voltar ao UFC. Será no dia 14 de maio, em Curitiba (PR), quando enfrenta o jamaicano Uriah Hall.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments