UFC gastou mais de R$ 7 milhões em lobby para legalizar MMA em Nova York

Decisão da Assembleia Legislativa do estado colocou final feliz nos planos do Ultimate que duravam sete anos

White e os irmãos Fertitta são os chefões do UFC

White e os irmãos Fertitta são os chefões do UFC

Veja Também

Nova York derruba banimento e legaliza lutas de MMA
Giro SUPER LUTAS #19: MMA em Nova York | Cyborg no UFC e mais

A batalha pela legalização do MMA no estado de Nova York custou muito mais do que esforço por parte do UFC. De acordo com reportagem do jornal “Las Vegas Review Journal”, a organização gastou mais de US$ 2 milhões (R$ 7 milhões na cotação atual) em lobby nos últimos sete anos para convencer os políticos a aprovarem as lutas de artes marciais mistas no local.

As lutas de MMA enfim foram legalizadas em Nova York na semana passada, colocando um ponto final na batalha burocrática para a aprovação do esporte. Nos últimos anos, o UFC fez grande esforço para contribuir com a liberação, incluindo um trabalho feito pelo sócio da organização, Lorenzo Fertitta, e Lawrence Epstein, chefe de operações, a fim de “educar” os legisladores.

O UFC pretende realizar dois eventos em Nova York ainda em 2016, no segundo semestre. Há anos a organização sonhava em poder montar uma atração no ginásio Madison Square Garden, palco de tradicionais combates de boxe.

Veja mais detalhes no GIRO SUPER LUTAS #19:

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments