Dan Henderson: Revanche com Anderson Silva seria mais empolgante que Lyoto | SUPER LUTAS

Dan Henderson: Revanche com Anderson Silva seria mais empolgante que Lyoto

Veterano também falou sobre a chance de se aposentar após sua luta contra Machida no dia 16 de abril

Hendo (foto) tem 45 anos e mais uma luta em seu contrato com o Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

Hendo (foto) tem 45 anos e mais uma luta em seu contrato com o Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

Prestes a enfrentar Lyoto Machida na luta co-principal do UFC Fight Night Tampa, no próximo dia 16 de abril, o veterano Dan Henderson preferia estar fazendo outra revanche contra outro brasileiro, o ex-campeão dos médios Anderson Silva. Em entrevista, Henderson disse que considera um segundo encontro com o Spider uma luta mais empolgante do que será seu duelo contra Machida.

Veja Também

não pedi (contra o Lyoto) e, sinceramente, não estava buscando uma revanche com ele, porque acho que não é uma luta que os fãs iam gostar. Ele é um cara que você nunca sabe se vai ser muito chato ou um pouco chato. De qualquer forma, não seria uma luta empolgante na minha mente; acho que depende de mim torná-la empolgante para os fãs”, disse Hendo, ao site “Sherdog”. “Eles me ligaram e perguntaram do Lyoto, e eu disse, ‘Bem, não pensei nele, mas, tudo bem’. Eu gostaria de ter enfrentado alguém como Anderson Silva, sei que os fãs querem ver uma revanche contra ele há muito tempo, e seria uma luta muito mais empolgante, provavelmente uma luta muito diferente, um pouco mais desafiadora de certa maneira. Essa é provavelmente uma luta que eu pediria. Com o Machida, acho que vai depender de mim tornar a luta empolgante, e planejo fazer isso, forçá-lo a me enfrentar”, completou.

Diante de Lyoto, Henderson, de 45 anos, fará a última luta de seu atual contrato com o UFC e, diferentemente de outras oportunidades, deixou a porta aberta para uma eventual aposentadoria. “Vamos ver. Esta é a última do meu contrato, e quem sabe, pode ser minha última luta na história. Eu gostaria de terminar minha carreira no UFC. Vai depender do UFC, quantas lutas eu continuo a fazer. Gostaria de representá-los fora do cage, no esporte, e ainda ser capaz de ter uma renda sendo parte do que amo e ajudar o esporte a crescer. Se eu conseguir fazer isso, talvez esta seja minha última luta. Caso contrário, eu talvez lute um pouco mais. Quem sabe?”, garantiu.

Dan Henderson e Lyoto Machida se enfrentam na luta co-principal do UFC Fight Night Tampa, no dia 16 de abril. Na luta principal da noite, o brasileiro Glover Teixeira enfrenta o ex-campeão dos meio-pesados Rashad Evans.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments