Holm acredita que UFC planeja revanche entre ela e Ronda

Ex-campeã explica por que não ganhou nova chance pelo título e se diz pronta a enfrentar qualquer adversária que o Ultimate selecionar

Ronda (esq.) e Holm (dir.) se enfrentaram no UFC 193. Foto: Michael Dodge/UFC

Ronda (esq.) e Holm (dir.) se enfrentaram no UFC 193. Foto: Michael Dodge/UFC

Veja Também

Brasileira Amanda Nunes luta pelo cinturão contra Miesha Tate no UFC 200
‘Tenho certeza de que seria uma boa campeã’, confia Amanda Nunes
Empresário: Miesha recusou revanche com Holm no UFC 200

Destronada do posto de campeã do UFC por Miesha Tate em março, Holly Holm esperava ter revanche imediata para retomar o título. Isso não vai acontecer, já que a nova detentora do cinturão fará sua primeira defesa diante de Amanda Nunes, no dia 9 de julho, no UFC 200. A antiga campeã considera que a decisão do UFC indica que uma revanche entre ela e Ronda Rousey pode estar próxima.

Holm conquistou o título do UFC em novembro de 2015, com um nocaute avassalador sobre a até então invicta Ronda. Ela acredita que ficou momentaneamente de fora da disputa pelo título justamente porque o Ultimate pretende reeditar o duelo.

“É muito possível. Não sei qual é a real ideia do UFC, mas eles são um negócio bem sucedido por um motivo. Eles normalmente têm motivos por trás de tudo o que fazem. Mas vou estar pronta de qualquer forma. Se for uma revanche com Ronda, vou treinar feito condenada. Se for uma revanche com Tate, vou treinar feito condenada. Se me derem uma outra garota, vou treinar feito condenada”, esclareceu Holm, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Sem ter seu desejo atendido, a ex-campeã afirmou que mudou sua abordagem para sua preparação. “Acho que, neste momento, sem ter a revanche que eu queria [contra Miesha], eu mudei minha forma de ver os treinos. Vou ficar aberta ao que for, sem focar em uma coisa e não aproveitar outras oportunidades”, explicou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments