Lyoto admite uso de substância proibida e luta com Henderson é cancelada

Brasileiro reportou à USADA que utilizou substância banida sem ter ciência de que se tratava de algo irregular

Lyoto (foto) vem de duas derrotas consecutivas, para L. Rockhold e Y. Romero. Foto: Josh Hedges/UFC

Lyoto (foto) vem de duas derrotas consecutivas, para L. Rockhold e Y. Romero. Foto: Josh Hedges/UFC

O UFC on FOX 19, evento que será realizado neste sábado (16), em Tampa, nos Estados Unidos, sofreu mais uma alteração importante em cima da hora. Lyoto Machida, que faria revanche contra Dan Henderson no card principal da atração, declarou que usou uma substância proibida durante exame realizado na semana passada, o que fez com que o combate fosse cancelado.

Veja Também

Frank Mir é pego em teste antidoping do UFC
Brandão é suspenso temporariamente por uso de maconha
Pego no antidoping, Frank Mir diz que pode se aposentar se contraprova der positivo

De acordo com comunicado emitido pelo UFC, o teste em questão foi conduzido pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA), parceira oficial da organização. Machida reportou à entidade que utilizou uma substância proibida sem ter ciência de que se tratava de algo irregular. Apesar de ainda não se saber se esta substância foi detectada no teste, o UFC optou por remover o combate da programação.

O Ultimate não revelou de qual substância se trata, mas esclareceu que o fato de Lyoto ter admitido seu uso será levado em consideração no momento em que forem discutidas possíveis punições.

Lyoto, de 37 anos de idade, é ex-campeão dos meio-pesados do UFC e chegou a disputar o cinturão dos médios, em 2014, perdendo para Chris Weidman. Esta foi mais uma mudança no card do UFC Tampa: Tony Ferguson e Maurício Shogun, que enfrentariam Khabib Nurmagomedov e Rashad Evans em combates de destaque da programação, também saíram do evento por lesões. A luta principal da noite passou a ser entre Glover Teixeira e Evans.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments