Lutador atropelado não resiste e morre nos EUA

Jordan Parsons, atleta do Bellator que vinha internado em estado grave desde o domingo, teve seu falecimento confirmado nesta quarta (4)

Jordan Parsons (foto) morreu após ser atropelado na Florida. Foto: Bellator

Jordan Parsons (foto) morreu após ser atropelado na Florida. Foto: Bellator

O mundo do MMA está de luto. Nesta quarta-feira (4), o lutador do Bellator Jordan Parsons, vítima de atropelamento no último fim de semana, não resistiu aos ferimentos e teve sua morte confirmada em Delray Beach, nos Estados Unidos.

Veja Também

Lutador tem perna amputada após ser atropelado nos EUA
Fundo na internet arrecada R$ 70 mil para lutador que teve perna amputada
Lutador do Bellator atropelado segue em estado grave após cirurgia cardíaca

O anúncio foi feito pelo presidente do Bellator, Scott Coker. “É com profunda tristeza que anunciamos o falecimento de um querido membro da família Bellator, Jordan Parsons. Jordan era um atleta excepcional e uma estrela em ascensão em nosso esporte. Mas, mais importante que isso, ele era um jovem excepcional. Jordan trabalhava duro, era dedicado, inteligente, e uma companhia prazerosa. Ele representava todas as razões pelas quais amamos este esporte. É uma perda trágica e terrível. Nossos pensamentos e orações vão à sua família, amigos e companheiros de treino”, disse o dirigente.

Parsons tinha 25 anos de idade e se preparava para lutar no Bellator da próxima semana, em San Jose, na Califórnia (EUA). No último domingo (1), o lutador foi atropelado enquanto cruzava uma faixa de pedestre, sendo que o motorista fugiu da cena sem prestar socorro. O atleta foi internado e teve uma perna parcialmente amputada, mas seus órgãos começaram a apresentar falhas.

O “Garoto Bonito”, como era conhecido, tinha um cartel de 11 vitórias e duas derrotas no MMA profissional. Parsons treinava na academia Blackzilians e era companheiro de treinos de vários nomes consagrados, como os lutadores do UFC Rashad Evans, Anthony Johnson, Michael Johnson, entre outros.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments