Polícia oferece recompensa por motorista que atropelou lutador

Departamento de Delray Beach pagará US$ 1 mil para quem oferecer informações por responsável pela morte de Jordan Parsons

Motorista que atropelou Parsons guiava um modelo semelhante a esse. Foto: Divulgação

Motorista que atropelou Parsons guiava um modelo semelhante a esse. Foto: Divulgação

O Departamento de Polícia de Delray Beach, na Flórida (EUA), segue à procura do motorista responsável pelo atropelamento que resultou na morte do lutador de MMA Jordan Parsons, no último domingo (1).

Veja Também

Lutador tem perna amputada após ser atropelado nos EUA
Lutador do Bellator atropelado segue em estado grave após cirurgia cardíaca
Lutador atropelado não resiste e morre nos EUA

Parsons, que estava com luta marcada no Bellator para o dia 14 deste mês, caminhava à meia-noite local pela rua Lindell Boulevard, na região sul da cidade. Quando atravessava pela faixa de pedestre, o lutador foi atingido em cheio por um carro, que fugiu da cena sem prestar socorro ao atleta. De acordo com a polícia, Parsons usava fones de ouvido no momento do incidente, de modo que nem deve ter percebido a aproximação do veículo.

Ainda não se sabe se o semáforo estava aberto ou fechado para o motorista no instante do atropelamento, mas, na Flórida, o fato de ter havido fuga sem o socorro da vítima pode render 30 anos de cadeia, mais 30 anos de liberdade condicional e uma multa de US$ 10 mil.

A polícia também encontrou no local o retrovisor esquerdo do carro, que posteriormente foi identificado como uma Range Rover Sport, fabricada em 2012 ou 2013. Assim, o departamento local oferece uma recompensa de até US$ 1 mil para quem oferecer informações a respeito do motorista que estiver dirigindo um Range Rover Sport danificado do lado do motorista.

13087068_1175390029159718_4538148119882023350_o

Polícia encontrou retrovisor ensanguentado na cena do atropelamento

O “Garoto Bonito”, como era conhecido, tinha um cartel de 11 vitórias e duas derrotas no MMA profissional. Parsons treinava na academia Blackzilians e era companheiro de treinos de vários nomes consagrados, como os lutadores do UFC Rashad Evans, Anthony Johnson, Michael Johnson, entre outros.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments