Lutador critica combates do UFC Curitiba: ‘Encorajam o doping’

Tim Kennedy foi na contramão do público e se declarou ‘deprimido’ com o card montado para o evento deste sábado (14)

T. Kennedy não luta desde setembro de 2014. Foto: Josh Hedges/UFC

T. Kennedy não luta desde setembro de 2014. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Vídeo: Trailer destaca constelação de estrelas do MMA no UFC 198
Velasquez aposta em Werdum contra Miocic: ‘Ele tem mais ferramentas’
Belfort volta a reclamar da parceria entre UFC e Reebok: ‘Praticamente escravidão’

O torcedor brasileiro ficou satisfeito com o card repleto de estrelas programado para acontecer na cidade de Curitiba (PR) neste sábado (14), no UFC 198. Afinal, a noite de lutas contará com as participações de Fabrício Werdum, Vitor Belfort, Ronaldo Jacaré, Anderson Silva, Cris Cyborg, Maurício Shogun, Demian Maia, entre outros. Porém, há se sinta “deprimido” com a escalação, como é o caso do peso médio do Ultimate Tim Kennedy.

Grande crítico do uso de doping no esporte, Kennedy relembrou o histórico polêmico de alguns dos astros da noite com substâncias proibidas. “Quatro de cinco lutas do card principal do UFC 198 têm um trapaceiro usuário de esteroides. É bastante deprimente perceber que isso é encorajado”, escreveu o lutador em sua conta no Twitter.

O card principal do UFC 198 contará com as seguintes lutas: Fabrício Werdum x Stipe Miocic, Vitor Belfort x Ronaldo Jacaré, Anderson Silva x Uriah Hall, Cris Cyborg x Leslie Smith e Maurício Shogun x Corey Anderson. Destes, Belfort, Anderson Silva e Cyborg possuem históricos com substâncias proibidas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments