Cigano critica estratégia de Werdum: ‘Como trocador, é ótimo no jiu-jitsu’

Ex-campeão dos pesados diz que gaúcho deveria ter levado a luta ao solo contra Stipe Miocic: ‘Ele não é um trocador’

J. Cigano (foto) já venceu Werdum e Miocic. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Cigano (foto) já venceu Werdum e Miocic. Foto: Josh Hedges/UFC

Ex-campeão dos pesados do UFC, Júnior Cigano criticou a estratégia adotada por Fabrício Werdum na luta que lhe custou o título, no último sábado (14), na luta principal do UFC 198, em Curitiba.

Veja Também

UFC 198: Miocic nocauteia Werdum no primeiro round e cala estádio em Curitiba
Vídeo: Assista ao nocaute de Miocic sobre Werdum em Curitiba
‘Fui ansioso e displicente’, lamenta Werdum

Nos primeiros minutos de luta, Werdum aceitou a trocação contra Miocic, especialista no boxe. Enquanto tentava um ataque desajeitado, o brasileiro foi pego em um preciso contra-ataque, indo a nocaute.

Cigano afirmou que o compatriota não tomou a decisão correta com sua estratégia, já que a opção mais sábia, em sua leitura, seria em levar a luta ao solo, onde é especialista. Werdum somente tentou quedar Miocic uma vez, mas sem sucesso.

“Werdum parecia o mesmo de sempre. Ele não é um trocador. Ele não consegue trocar com um especialista como Miocic. Se você tentar lembrar, ele estava levando atraso contra Mark Hunt. Ele perdeu o primeiro round e estava perdendo o segundo, mas aí acertou uma joelhada dura e ganhou a luta. Mas ele estava perdendo. Contra [Cain] Velasquez ele foi bem melhor, mas não é a mesma coisa. Ele deveria ter tentado levar a luta ao chão e usar o jiu-jitsu. Quando ele foi nocauteado, estava partindo para cima sem se defender. Foi muito estranho. Mas, como costumo dizer, ele, como um trocador, é um ótimo lutador de jiu-jitsu”, alfinetou Cigano, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Cigano já venceu tanto Werdum contra Miocic no UFC. Em sua estreia na organização, em 2008, o catarinense nocauteou o compatriota no primeiro round; já em 2014, Cigano bateu Miocic em uma dura decisão dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments