Campeão mundial de boxe se desculpa por comentários preconceituosos

Tyson Fury recentemente afirmou que transexuais são ‘aberrações da natureza’, mas se retratou: ‘Não quero ofender ninguém’

Fury é campeão mundial de boxe. Foto: Divulgação

Fury é campeão mundial de boxe. Foto: Divulgação

Campeão mundial de boxe, Tyson Fury fez questão de vir a público e se desculpar pelos recentes comentários preconceituosos que fez contra os transexuais e judeus.

Veja Também

Pacquiao faz declaração homofóbica na TV e deixa fãs revoltados
Após declaração homofóbica, Nike rompe com Pacquiao
Pacquiao polemiza ao postar trecho da Bíblia que pede morte aos gays

O lutador declarou que via os transexuais como “aberrações da natureza” e acusou os judeus de fazerem lavagem cerebral no planeta. Diante da péssima repercussão de suas palavras, o inglês soltou um comunicado à imprensa para se retratar.

“Eu peço desculpas a todos que possam ter ficado ofendidos com algum comentário que fiz. Eu disse algumas coisas que possam ter chateado algumas pessoas, o que, como um homem cristão, não é algo que eu gostaria de fazer. Qualquer um que me conhece pessoalmente sabe que não sou, de forma alguma, racista ou intolerante, e espero que o público aceite minhas desculpas”, disse o lutador.

Em novembro do ano passado, Fury conquistou múltiplos cinturões mundiais ao bater Wladimir Klitschko em combate realizado na Alemanha. Ele enfrentará o ucraniano novamente no dia 9 de julho, em Manchester, na Inglaterra.

O inglês não foi o único representante da nobre arte a enfrentar problemas por comentários preconceituosos. No início do ano, Manny Pacquiao fez diversas críticas aos homossexuais, o que inclusive o fez perder um polpudo contrato de patrocínio com a Nike.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments