Johnson desiste de enfrentar Jones: ‘Sei que não vai acontecer’

Meio-pesado, que chegou a ver duelo agendado para o UFC 187, reconhece que não terá sua oportunidade de enfrentar o compatriota

A. Johnson (foto) não pensa mais em enfrentar Jones. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Johnson (foto) não pensa mais em enfrentar Jones. Foto: Josh Hedges/UFC

Por algum tempo, Anthony Johnson era apontado como a grande ameaça ao reinado de Jon Jones na divisão dos meio-pesados do UFC. No entanto, o lutador norte-americano reconheceu que as chances de o duelo um dia sair do papel, neste momento, são nulas.

Veja Também

‘Jones não conseguirá se livrar do rótulo de trapaceiro’, diz Gustafsson
‘Ninguém bate Jones além dele mesmo’, garante treinador
‘Sou vítima da minha própria ignorância’, admite Jones

O combate chegou a ser marcado para o UFC 187, em maio do ano passado. Porém, Jones acabou cortado da atração ao ser suspenso pelo Ultimate por um acidente de trânsito. E, agora com o campeão interino suspenso por doping, Johnson admite que já desistiu de enfrentar o compatriota.

“Simplesmente não vai acontecer. A essa altura do campeonato, sei que não vai acontecer. Paciência. Estou seguindo em frente. Todos estão. Ainda tenho planos ambiciosos e quero fazer o que sei que sou capaz neste esporte. Mas não estou mais focado em Jon, e posso dizer que Daniel Cormier e Glover [Teixeira] também não estão”, comentou, em entrevista à emissora norte-americana “ESPN”.

Jones foi flagrado em um exame antidoping surpresa antes do UFC 200, com bloqueadores de estrogênio. A expectativa é de que o atleta seja suspenso das lutas por um período de dois anos. Johnson, por sua vez, projeta que já esteja aposentado quando Jones estiver liberado para lutar.

“Eu não vou tentar lutar até os meus 35 anos. Quero ganhar meu dinheiro e depois fazer algo diferente, coisas maiores e melhores com a minha vida. Não quero ficar levando soco na cabeça por muito tempo. Há outras coisas que quero fazer”, respondeu.

Johnson retorna ao octógono do UFC no dia 20 de agosto, em Las Vegas (EUA), quando encara o brasileiro Glover Teixeira. O duelo será o segundo mais importante do UFC 202, que terá como grande destaque a revanche entre Conor McGregor e Nate Diaz.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments