‘Ninguém bate Jones além dele mesmo’, garante treinador

Mike Winkeljohn considera que seu atleta não deverá perder performance no tempo que ficar suspenso por doping

Jones (foto) enfrentaria Cormier no UFC 200: Josh Hedges/UFC

Jones (foto) enfrentaria Cormier no UFC 200: Josh Hedges/UFC

Veja Também

‘Jones não conseguirá se livrar do rótulo de trapaceiro’, diz Gustafsson
Jones perdeu salário de oito dígitos por doping, diz empresário
‘Sou vítima da minha própria ignorância’, admite Jones
Após doping, Jones, Lesnar e Lyoto saem de ranking do UFC

Considerado um dos principais atletas de MMA dos últimos tempos, Jon Jones deverá ficar por um bom tempo afastado das lutas após ser flagrado em um exame antidoping. No entanto, o treinador de kickboxing do norte-americano, Mike Winkeljohn, acredita que isso não deverá atrapalhar o rendimento do atleta em seu retorno oficial ao octógono.

De acordo com Winkeljohn, Jones tem totais condições de retornar de sua suspensão ainda no topo da categoria dos meio-pesados do UFC. “Assumindo que ele não se distraia neste tempo afastado, sempre disse que ninguém bate Jon Jones além dele mesmo. É isso. Não sabemos quanto tempo ele ficará afastado, nem me preocupo com isso no momento. Mas ele ainda terá muitos e muitos anos pela frente”, comentou o treinador, em entrevista ao podcast “Submission Radio”.

Jones lutaria na principal atração do UFC 200, no mês passado, mas foi cortado do evento em suas vésperas após falhar em um exame antidoping surpresa, realizado durante seus treinamentos. Na ocasião, “Bones” foi flagrado com bloqueadores de estrogênio. Sua suspensão oficial ainda não foi divulgada, mas espera-se que o lutador fique afastado de atividade por dois anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments