‘Sou vítima da minha própria ignorância’, admite Jones

Flagrado em exame antidoping, campeão interino do UFC revela que enviou seus suplementos para análise a fim de descobrir o que aconteceu

Jones (foto) enfrentaria Cormier no UFC 200: Josh Hedges/UFC

Jones (foto) enfrentaria Cormier no UFC 200: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Comissão Atlética revela substâncias encontradas em doping de Jon Jones
Jones perdeu salário de oito dígitos por doping, diz empresário
Daniel Cormier admite ter sentido receio por enfrentar Anderson Silva

Flagrado em um exame antidoping realizado semanas antes do UFC 200, evento que protagonizaria, Jon Jones insistiu que não ingeriu nenhuma substância proibida de maneira deliberada. O campeão interino dos meio-pesados considera ter sido “vítima da própria ignorância” no episódio, que acabou inviabilizando mais uma vez sua revanche contra Daniel Cormier.

Jones caiu em um teste realizado no dia 16 de junho com um bloqueador de estrogênio e um inibidor de aromatase. Segundo a Agência Mundial Antidopagem, estas substâncias são frequentemente utilizadas por atletas após a ingestão de anabolizantes, a fim de evitar quaisquer efeitos colaterais indesejados.

Em sua conta no Twitter, Jones revelou que está investigando o que aconteceu a fim de arquitetar sua defesa. “Vou revelar tudo ao público quando eu descobrir [o que aconteceu]. Já enviei os produtos a um laboratório. Não tenho nada a esconder. Não quero pagar de vítima – se sou vítima de algo, é da minha própria ignorância. Sim, isso poderia ter sido evitado”, escreveu, em resposta a perguntas de seus seguidores.

Jones foi suspenso temporariamente pela Comissão Atlética de Nevada. Seu julgamento definitivo deverá acontecer entre setembro e outubro, e sua suspensão do esporte poderá chegar a dois anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments