Último adversário pede a Jones: ‘Diga a verdade ao mundo’

Ovince St. Preux, que encarou norte-americano em abril, questiona se rival estava dopado durante o confronto entre eles

Jones (dir.) x OSP (esq.) foi a luta principal do UFC 197. Foto: Josh Hedges/UFC

Jones (dir.) x OSP (esq.) foi a luta principal do UFC 197. Foto: Josh Hedges/UFC

Último lutador a dividir o octógono com Jon Jones, Ovince St. Preux pediu a seu adversário mais recente que diga toda a verdade acerca de seus problemas com substâncias proibidas.

Veja Também

Jon Jones cai em exame antidoping e está fora do UFC 200
Comissão Atlética revela substâncias encontradas em doping de Jon Jones
‘Sou vítima da minha própria ignorância’, admite Jones

Jones enfrentaria Daniel Cormier no UFC 200, no dia 9 de julho. Contudo, semanas antes, o norte-americano foi flagrado com bloqueadores de estrogênio e inibidores de aromatase. Essas substâncias são frequentemente usadas por atletas a fim de prevenir possíveis efeitos colaterais após o uso de anabolizantes.

St. Preux, que perdeu para Jones no UFC 197, em abril, ficou com a suspeita de que o rival estava dopado no duelo entre os dois. Por isso, o norte-americano de ascendência haitiana pediu esclarecimentos. “No dia 16 de junho, Jon Jones foi flagrado usando substâncias pós-ciclo. Isso significa que ele estava usando substâncias de aumento de performance antes disso. A única pergunta é: quando ele começou a usá-las? Foi antes da luta comigo ou depois?”, questionou, em depoimento enviado ao site norte-americano “MMA Fighting”.

“OSP”, então, prosseguiu: “Não há muitas pessoas que podem responder a essa pergunta, mas Jon Jones é uma delas. Então, pergunto: quando você começou a usar substâncias de aumento de performance, Jon? Eu queria lutar contra o melhor lutador do mundo, mas não queria enfrentar um trapaceiro. Então, nos diga a verdade. Todos nós sabemos que você estava usando substâncias de aumento de performance. Apenas diga ao mundo a verdade”, completou.

Na ocasião, Jones bateu St. Preux em uma confortável decisão dos juízes. Agora, com o doping positivo, o norte-americano foi suspenso temporariamente. Seu julgamento final deverá acontecer em setembro ou outubro, e sua punição definitiva poderá chegar a dois anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments