Nate Diaz será investigado por uso de maconha medicinal pós-UFC 202

Na coletiva de imprensa pós-luta, Diaz usou vaporizador eletrônico que continha óleo de CBD, também conhecido como cannabis medicinal

N. Diaz será investigado por uso de maconha medicinal. (Foto: Reprodução)

N. Diaz será investigado por uso de maconha medicinal. (Foto: Reprodução)

Nate Diaz pode ter problemas em seu futuro no UFC. No último sábado (20), instantes depois de perder a revanche para Conor McGregor no UFC 202, em Las Vegas (EUA), Nate chegou à coletiva de imprensa fazendo uso de um vaporizador eletrônico que continha óleo de CBD, também conhecido como cannabis medicinal, de acordo com o próprio lutador. Por conta disso, a USADA, agência responsável pelo controle antidoping do Ultimate, declarou ao site “MMA Fighting” (EUA) que as autoridades irão analisar a situação, e Diaz pode estar sujeito a punições por conta do uso da substância.

Veja Também

McGregor fratura o pé e só volta em fevereiro de 2017
Diaz diz que não volta a lutar até trilogia com McGregor
Presidente do UFC descarta trilogia imediata entre McGregor e Diaz

Ryan Madden, porta-voz do órgão, disse que a USADA está ciente da situação e está atualmente colhendo informações para determinar seus próximos passos. O CBD (ou cannabidiol), substância usada pelo lutador, compõe aproximadamente 40% do extrato da planta e, ao contrário do THC, não causa alucinações. O remédio é vendido para farmácias licenciadas e prescritos por médicos em locais onde o tratamento é permitido. O site da organização também esclarece que qualquer atleta que utilizar produtos à base de maconha, mesmo que não contenha a presença de THC, substância da planta que causa alucinação,  está assumindo riscos de testar positivo no antidoping.

Na ocasião, Diaz explicou que a substância ajuda com o processo de recuperação e inflamação, e por isso fazia o uso. Vale lembrar que o norte-americano, apesar de ser adepto do uso recreativo da maconha, nunca falhou em antidoping. Quanto ao seu futuro, Nate Diaz já garantiu que não retornará ao octógono antes de travar um terceiro duelo contra o irlandês. “Eu não vou fazer p**** nenhuma até irmos ao round 3. Vocês não vão me ver até lá. Se quiserem marcar o mais rápido possível, vamos lá”, disse, segundo o site da emissora norte-americana “FOX Sports”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments