McGregor fratura o pé e só volta em fevereiro de 2017

Lesão do irlandês frustra os planos de Aldo, que quer a revanche; se liberado por ortopedista, lutador pode retornar no final de outubro

Com fratura no pé, McGregor (foto) está suspenso até dezembro Foto: Jeff Bottari/UFC

Com fratura no pé, McGregor (foto) está suspenso até fevereiro de 2017. Foto: Jeff Bottari/UFC

Dois dois após vencer a revanche contra Nate Diaz, no UFC 202, Conor McGregor recebeu uma má notícia: com uma fratura no tornozelo e no pé esquerdo, o lutador recebeu uma suspensão médica até 17 de fevereiro de 2017, de acordo com a Comissão Atlética de Nevada (NAC), responsável pela regulamentação do evento do último sábado. Porém, Conor pode ser liberado antes da data prevista, caso seja autorizado por algum ortopedista.

Ele está suspenso, no mínimo, até 20 de outubro, e proibido de sofrer contato nos treinos até 5 de outubro. Ainda não se sabe qual será o próximo adversário de McGregor, mas a expectativa é que seu retorne aconteça em novembro (5), na estreia do UFC em Nova York, na edição 205. A ideia do UFC é que ele faça a aguarda revanche contra José Aldo, válida pelo cinturão dos penas. Contudo, há a possibilidade que ele enfrente Eddie Alvarez, campeão na categoria dos leves.

Veja Também

Aldo pede a McGregor: ‘Desça ou largue o cinturão!’
McGregor, após vitória: ‘É difícil ficar empolgado em enfrentar Aldo’
McGregor recebe o maior salário da história do UFC

Logo após a vitória de Conor, Aldo, que conquistou o cinturão interino dos penas no mês passado, mandou um recado através de suas redes sociais, exigindo que o rival se decida a respeito do futuro “Cadê você, Conor McGregor? Desça de categoria e eu te encontro no UFC 205, ou largue o cinturão”, escreveu o brasileiro, em mensagem publicada em seu Twitter.

Nate Diaz, derrotado pelo irlandês na luta principal, pegou uma suspensão bem menor: fora de atividade até 20 de setembro, sem contato nos treinos até dia 11 do mesmo mês. O brasileiro Glover Teixeira, nocauteado em 13 segundos por Anthony Johnson, está impossibilitado de lutar até 19 de novembro, sem poder sofrer contato nos treinos até o dia 20 de outubro. A maior suspensão da lista ficou por conta do norte-americano Neil Magny, que precisará fazer um exame de raio-x na perna esquerda. Caso se constate uma lesão, precisará de liberação de um ortopedista ou ficará sem lutar até 17 de fevereiro. A suspensão mínima é até 20 de setembro e sem contato nos treinos até o dia 11 do mesmo mês.

Confira a lista completa de suspensões médicas do UFC 202:

Conor McGregor: Precisa ter o pé/tornozelo esquerdo liberado por um ortopedista, ou ficará sem lutar até 17 de fevereiro de 2017. Suspensão mínima até 20 de outubro e sem contato nos treinos até dia 5 do mesmo mês.

Nate Diaz: Suspenso até 20 de setembro e sem contato nos treinos até dia 11 do mesmo mês.

Glover Teixeira: Suspenso até 19 de novembro e sem contato nos treinos até dia 20 de outubro.

Rick Story: Suspenso até o dia 5 de outubro e sem contato nos treinos até 20 de setembro.

Hyun Gyu Lim: Suspenso até o dia 5 de outubro e sem contato nos treinos até 20 de setembro.

Sabah Homasi: Suspenso até o dia 20 de outubro e sem contato nos treinos até o dia 5 do mesmo mês.

Takeya Mizugaki: Suspenso até o dia 5 de outubro e sem contato nos treinos até o dia 20 de setembro.

Artem Lobov: Precisa ter a perna e o tornozelo direitos submetidos a exame de raio-x. Caso se constate uma lesão, precisará ser liberado por um ortopedista ou ficará sem lutar até 17 de fevereiro.

Chris Avila: Suspenso até 20 de setembro e sem contato nos treinos até dia 11 do mesmo mês.

Lorenz Larkin: Suspenso até 5 de outubro e sem contato nos treinos até dia 20 de setembro por causa de cortes no supercílio esquerdo e na canela.

Neil Magny: Precisa fazer exame de raio-x na perna esquerda. Caso se constate uma lesão, precisará de liberação de um ortopedista ou ficará sem lutar até 17 de fevereiro. Suspensão mínima até 20 de setembro e sem contato nos treinos até o dia 11 do mesmo mês.

Max Grifin: Suspenso até 20 de outubro e sem contato nos treinos até o dia 5 de outubro.

Marvin Vettori: Suspenso até o dia 5 de outubro e sem contato nos treinos até 20 de setembro por causa de corte no supercílio esquerdo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments