Presidente do UFC pretende marcar Jones vs Johnson por chance ao cinturão

Dana White diz que vencedor dessa luta deveria enfrentar Daniel Cormier, atual campeão dos meio-pesados

 

J. Jones (esq.) e A. Johnson (dir.) simulam briga e levam Dana White ao desespero. Foto: Reprodução/Twitter

Em abril de 2015, J. Jones (esq.) e A. Johnson (dir.) simularam briga e levaram Dana White ao desespero. Foto: Reprodução/Twitter

A sombra de Jon Jones continua rondando a categoria dos meio-pesados. Dana White, presidente do UFC, afirmou que pretende casar uma luta entre Jon Jones e Anthony Johnson pelo posto de próximo desafiante ao cinturão de Daniel Cormier, atual campeão da categoria. Cormier, que não defende seu título desde outubro de 2015, ainda não tem adversário definido.

Veja Também

Cormier esquece Jones e garante luta com Johnson: ‘Fez por merecer’
Nate Diaz será investigado por uso de maconha medicinal pós-UFC 202
McGregor fratura o pé e só volta em fevereiro de 2017

Em declaração ao podcast “UFC Unfiltered” (EUA), Dana falou que um possível duelo entre Jones e Johnson está em seus planos. “Estou em uma posição esquisita. Nós vimos aquela luta e foi ótima. Ainda tenho que falar com o Joe Silva (matchmaker do UFC) e ver o que ele acha. Mas estou pensando em fazer Anthony Johnson contra Jon Jones e o vencedor enfrenta o Daniel Cormier”, falou o presidente.

A ideia de White vai contra o que disse o próprio Cormier, que há poucos dias usou sua conta no Twitter para afirmar que, por enquanto, sua rivalidade com Jon Jones ficará em segundo plano. “Não vou lutar com Jones a seguir. Vou lutar com ‘Rumble’. Ele está aqui e fez por merecer. Ele [Jones] não vai aparecer. Algo vai acontecer. Nós tivemos luta marcada por quatro vezes e lutamos em apenas uma. Preciso de um tempo”, escreveu o norte-americano.

Em abril, Jones conquistou o cinturão interino da categoria, o que lhe daria o direito de desafiar o campeão linear a seguir. Isso aconteceria no UFC 200, no mês passado, mas Jon caiu em um exame antidoping com bloqueadores de estrogênio três dias antes e foi retirado da luta. No entanto, de acordo com as declarações recentes do presidente do UFC e do próprio lutador, “Bones” não foi flagrado com a substância que se imaginava que ele tinha consumido.

Jon Jones e Anthony Johnson iriam se enfrentar em maio do ano passado, no UFC 187, mas o ex-campeão se envolveu em um acidente de carro em que não prestou socorro e foi destituído do título. Daniel Cormier entrou em seu lugar e derrotou Johnson por finalização, tornando-se o novo campeão da categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments