Ronda Rousey não lutará em Nova York, afirma Dana White

Presidente do UFC diz que Ronda não está nos planos para o UFC 205, edição que marcará a estreia do esporte na cidade mais populosa dos Estados Unidos

Ronda (foto) não luta desde novembro de 2015, quando perdeu para Holm. Foto: Josh Hedges/UFC

Ronda (foto) não luta desde novembro de 2015, quando perdeu para Holm. Foto: Josh Hedges/UFC

Não será em Nova York, no histórico Madison Square Garden, o retorno de Ronda Rousey ao octógono. Pelo menos é o que afirma Dana White, presidente do UFC. Em participação no podcast “UFC Unfiltered” (EUA), Dana diz que Ronda não luta em Nova York e, inclusive, garantiu que está prestes a começar a montagem do card, que acontecerá no dia 12 de novembro e marcará a estreia do esporte na cidade.

“Ela com certeza não luta em Nova York. Na verdade vou começar a trabalhar na preparação do card nesta semana”, anunciou o presidente.

Veja Também

Presidente do UFC pretende marcar Jones vs Johnson por chance ao cinturão
Nate Diaz será investigado por uso de maconha medicinal pós-UFC 202
UFC anuncia programação até o fim de 2016 e inclui evento no Brasil

Segundo o site “Fox Sports” (EUA), o retorno da lutadora vem sendo negociado e pode ocorrer ainda esse ano, embora não tenha nenhum contrato assinado e ela esteja “descartada”do UFC 205, maior atração da organização no último trimestre de 2016. Vale lembrar que o UFC divulgou recentemente o calendário até o fim do ano, e a último evento será no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

Ronda Rousey, 29 anos, 12-1 no MMA ( 6-1 no UFC), não luta desde que perdeu a primeira luta como profissional de MMA, e, consequentemente, o título peso-galo feminino do UFC, em novembro do ano passado, quando foi nocauteada por Holly Holm. De lá para cá, o cinturão da categoria rodou bastante. Holm, Miesha Tate e agora a brasileira Amanda Nunes, atual campeã, já conquistaram a cinta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments