Treinador de McGregor não vê sentido em retorno aos penas

John Kavanagh prefere ver o seu atleta conquistando o título dos leves e fazendo defesa contra Nate Diaz em estádio da Irlanda

McGregor (esq.) é aluno de Kavanagh (dir.) na SBG Ireland. Foto: Reprodução

McGregor (esq.) é aluno de Kavanagh (dir.) na SBG Ireland. Foto: Reprodução

O retorno de Conor McGregor à categoria dos penas, na qual é campeão, parece cada vez mais improvável. O treinador principal do irlandês, John Kavanagh, declarou que “não vê sentido” em uma eventual nova luta na divisão até 66 kg do UFC.

Veja Também

‘McGregor não está confiante para pegar Aldo’, diz treinador do brasileiro
McGregor, após vitória: ‘É difícil ficar empolgado em enfrentar Aldo’
Aldo pede a McGregor: ‘Desça ou largue o cinturão!’

McGregor conquistou o cinturão dos penas em dezembro do ano passado, com um nocaute rápido sobre José Aldo. Desde então, fez mais duas lutas, ambas contra Nate Diaz na divisão dos meio-médios (até 77 kg).

O presidente do UFC, Dana White, recentemente afirmou que o irlandês deveria retornar à sua categoria original. Porém, Kavanagh discorda. “Eu realmente não vejo sentido nisso. Com todo o respeito aos caras dos penas, mas, depois da luta com Nate, o que eles vão fazer? O que alguém vai fazer com ele? Contra qualquer lutador daquela categoria, seria como se ele estivesse trapaceando com a potência que ele tem”, disse o treinador, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Assim, Kavanagh vê como próximo passo natural para seu atleta a mudança definitiva para a categoria até 70 kg. “Por mim, eu vou incentivar para que ele lute nos leves. É só minha opinião de irmão mais velho. Gostaria de vê-lo nos leves. Seria legal vê-lo conquistar o título dos leves e depois defendê-lo contra Nate. Acho que seria uma luta incrível. Talvez no Croke Park [estádio de futebol], em Dublin. O quão legal seria isso?”, questionou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments