‘McGregor não está confiante para pegar Aldo’, diz treinador do brasileiro

Dedé Pederneiras questiona decisões do irlandês e insiste que seu pupilo fez por merecer revanche pelo cinturão dos penas

Aldo (esq.) e McGregor (dir.) se enfrentaram em dezembro de 2015, com vitória do irlandês. Foto: Josh Hedges/UFC

Aldo (esq.) e McGregor (dir.) se enfrentaram em dezembro de 2015, com vitória do irlandês. Foto: Josh Hedges/UFC

O treinador principal de José Aldo, Dedé Pederneiras, acredita que Conor McGregor vem evitando a revanche com o brasileiro por não estar confiante em sua vitória caso o duelo aconteça novamente no futuro.

Veja Também

Presidente do UFC descarta trilogia imediata entre McGregor e Diaz
Aldo pede a McGregor: ‘Desça ou largue o cinturão!’
McGregor, após vitória: ‘É difícil ficar empolgado em enfrentar Aldo’

McGregor conquistou o cinturão dos penas (até 66 kg) em dezembro do ano passado, com uma vitória justamente sobre o brasileiro, e desde então fez duas lutas, ambas contra Nate Diaz. Os duelos foram realizados na categoria dos meio-médios (77 kg), sendo que o irlandês disse não ver com bons olhos a possibilidade de voltar aos penas e fazer revanche com Aldo.

Por mais que o presidente do UFC, Dana White, tenha garantido que a próxima luta de McGregor será nos penas, Pederneiras considera que o principal empecilho é a falta de confiança do irlandês. “Antes de tudo, eu sempre acredito em Dana. Se Dana diz, ele precisa descer. Mas não acho que ele esteja confiante para lutar com Aldo de novo. Ele sabe que aquele soco não diz nada sobre ninguém, sobre quem é melhor”, disse o treinador, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, referindo-se ao golpe de McGregor que nocauteou Aldo em 13 segundos.

O brasileiro também questionou a mentalidade de McGregor para decidir suas próximas lutas no octógono. “Não entendo porque ele quer lutar com Nate mais uma vez, mas não quer dar a Aldo a oportunidade para uma outra luta. Não consigo entender. Agora ele diz que talvez vá aos leves. Não, ele precisa descer até os penas e dar uma revanche a Aldo. Ele merece”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments