Fã processa Jones por ter deixado luta principal do UFC 200

Torcedor, identificado como Sean Slattery, diz ter sofrido prejuízos depois de ter comprado ingressos com a intenção de assistir ao lutador

J. Jones (foto) lutaria com Cormier no UFC 200.  Foto: UFC

J. Jones (foto) lutaria com Cormier no UFC 200. Foto: UFC

Veja Também

Jones pode ser inocentado em caso de doping, diz Dana White
Último adversário pede a Jones: ‘Diga a verdade ao mundo’
Flagrados no doping, Jones e Lesnar devem receber suspensões pequenas

Não é segredo algum que Jon Jones, ex-campeão do UFC, vem enfrentando diversos problemas com a justiça norte-americana nos últimos anos. Desta vez, o lutador poderá passar pelo banco dos réus por um motivo inusitado: um fã o processou por ter deixado a luta principal do UFC 200, em julho, em suas vésperas.

Jones encabeçaria o histórico card em luta que marcaria a revanche contra Daniel Cormier, válida pelo cinturão unificado dos meio-pesados. Poucos dias antes, no entanto, “Bones” foi retirado do evento por ter sido flagrado em um exame antidoping realizado no mês anterior.

Um torcedor, identificado como Sean Slattery, se sentiu lesado com o ocorrido e abriu processo na Corte de San Diego (EUA), no último dia 19. Ele afirmou ter comprado ingressos com a única intenção de assistir à luta de Jones, de modo que a atitude do lutador em ingerir substâncias proibidas lhe renderam prejuízos “econômicos e não econômicos”.

Com o exame positivo, Jones foi temporariamente suspenso e teve o cinturão interino dos meio-pesados retirado. No entanto, o próprio lutador revelou ter “boas notícias” a respeito do caso e está otimista em pegar uma punição reduzida.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments