Condit cogita aposentadoria após derrota para Demian

‘Não sei se pertenço mais a esse lugar’, diz o norte-americano, que foi derrotado em três de suas últimas quatro lutas no UFC

Condit (foto) pode parar depois de luta com Demian. Foto: Josh Hedges/UFC

Condit (foto) pode parar depois de luta com Demian. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

UFC Vancouver: Demian Maia domina Condit, finaliza rápido e pede por cinturão
Demian e VanZant recebem bônus por ‘Performance da Noite’ no UFC Vancouver
Demian quer esperar vencedor de Woodley x Thompson se não ganhar chance pelo cinturão

A derrota rápida sofrida para Demian Maia no UFC Vancouver, no último sábado (27), pode ter consequências definitivas para a carreira de Carlos Condit no MMA. O norte-americano cogitou se aposentar do esporte depois de ter sido finalizado em menos de dois minutos pelo brasileiro no evento realizado no Canadá.

Condit, inclusive, vem flertando com a aposentadoria desde que foi derrotado por Robbie Lawler em janeiro, em luta que colocou em jogo o cinturão dos meio-médios do UFC. O revés para Demian, o terceiro em suas últimas quatro lutas, pode ter sido o momento definitivo para sua tomada de decisão.

“Não sei se consigo mais lutar nesse nível. Venho fazendo isso há um longo tempo, com a pressão de ser um dos atletas de ponta há quase uma década. Tem sido incrível. Amei me envolver com esse esporte e pude fazer aquilo que amo para viver. Mas não sei. Não sei se pertenço mais a esse lugar. Vamos ver”, disse Condit, em entrevista coletiva.

Aos 32 anos de idade, Condit luta MMA profissionalmente desde 2002. Ao longo de sua carreira, o “Natural Born Killer” derrotou nomes como Rory MacDonald, Nick Diaz, Thiago Pitbull e Dan Hardy, com um cartel de 30 vitórias e dez derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments