Após afastamento por doença, ex-desafiante pelo cinturão mira retorno ao UFC

Dan Hardy, que está sem lutar desde 2012 por problemas cardíacos, sonha em voltar ao octógono na divisão dos leves

Hardy quer voltar ao UFC após quatro anos afastado por doença. Foto: Divulgação/UFC

Hardy quer voltar ao UFC após quatro anos afastado por doença. Foto: Divulgação/UFC

Veja Também

Ex-desafiante pelo cinturão do UFC cruzará o Atlântico em prova de barcos
Dan Hardy revela que Síndrome de Wolff-Parkinson-White o tirou do UFC on FOX 7

Antigo desafiante pelo cinturão dos meio-médios (77 kg) do UFC, Dan Hardy pode voltar ao octógono depois de quatro anos afastado por problemas cardíacos. O inglês ainda espera poder cumprir o contrato que possui com a organização, e, talvez, em uma nova categoria.

A última luta de Hardy no UFC foi em setembro de 2012, quando venceu Amir Sadollah. Depois disso, o lutador foi diagnosticado com a Síndrome Wolff-Parkinson-White, que causa arritmia cardíaca e que pode, em casos mais extremos, provocar morte súbita quando há a prática de exercícios mais intensos.

Mesmo assim, Hardy ainda vê futuro para si dentro do UFC. “Tenho algumas lutas restantes em meu contrato. Ainda preciso ser liberado por um médico e estou no processo para conseguir isso. Apenas queria fazer algumas lutas divertidas. Estou muito mais leve do que antigamente – acho que uma luta nos leves seria melhor para mim. Não estou interessado em cinturões. Quero ser desafiado e me testar contra pessoas que admiro”, disse ao programa “UFC Tonight”, da emissora norte-americana “FOX Sports”.

Hardy disputou o cinturão dos meio-médios em 2011, quando foi derrotado por Georges St. Pierre na decisão dos juízes. Desde que se afastou das lutas, o inglês se dedicou à carreira de comentarista no UFC e até a provas de vela.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments