Atleta se diz com ‘coração partido’ após mudanças em lutas no UFC

Jorge Masvidal não gostou de ver organização desmarcando luta com Kelvin Gastelum para encontrar substituto para Donald Cerrone

Masvidal reclamou das decisões do UFC. Foto: Divulgação/UFC

Masvidal reclamou das decisões do UFC. Foto: Divulgação/UFC

Veja Também

Estreia do UFC em Nova York terá Lawler x Cerrone
UFC escala Kelvin Gastelum para enfrentar Donald Cerrone no UFC 205
Thiago Pitbull enfrenta Al Iaquinta no UFC 205, em Nova York

Lutador da divisão dos meio-médios do UFC, Jorge Masvidal reprovou a atitude da organização em desmarcar sua luta contra Kelvin Gastelum para encontrar um substituto para enfrentar Donald Cerrone no UFC 205, evento que será realizado em 12 de novembro em Nova York (EUA).

Originalmente, Cerrone enfrentaria Robbie Lawler, mas o ex-campeão não pôde participar do duelo. Assim, o UFC removeu Gastelum da luta que faria contra Masvidal para escalá-lo contra o “Caubói”.

Sem adversário, Masvidal se disse arrasado com a decisão do UFC. “Isso realmente partiu meu coração. Nós dois assinamos um contrato para lutar, mas descobri que vão colocar Gastelum para enfrentar o ‘Caubói’. Isso é loucura, porque já me aconteceu por três vezes. Meus oponentes sempre acabam saindo da luta por algum motivo. Então, isso parte meu coração”, lamentou o lutador, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Masvidal, de 31 anos, já fez quatro lutas na divisão até 77 kg do UFC, com duas vitórias e duas derrotas. Um de seus triunfos foi diante do campeão do TUF Brasil 1, Cezar Mutante, com um nocaute em julho de 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments