Pezão promete levar Nelson a churrascaria após UFC Brasília

Brasileiro, que encara o ‘gordinho’ neste sábado (24), garante que amizade entre eles ficará intacta após o duelo

Nelson e Pezão são amigos e se enfrentam em Brasília. Foto: Reprodução/Instagram

Nelson e Pezão são amigos e se enfrentam em Brasília. Foto: Reprodução/Instagram

Veja Também

Divulgada a ordem das lutas do UFC Brasília
Faltando quatro dias para pesagem, Cyborg precisa perder mais de 11kg
Vídeo: Cyborg discute com nutricionista sobre corte de peso

Antônio Pezão viverá uma situação considerada delicada por muitos lutadores de MMA neste sábado (24). No card principal do UFC Brasília, o lutador dividirá o octógono com um grande amigo pessoal, o também veterano Roy Nelson. Contudo, ele garante que a amizade entre os dois ficará intacta após o duelo.

Pezão e Nelson são amigos próximos e já treinaram juntos no passado. O brasileiro garantiu que, independentemente do resultado do combate, levará o norte-americano para uma janta farta em uma churrascaria. “Somos amigos, passamos 15 dias na Romênia participando de um filme lá. Viramos irmãos, porque estávamos juntos muitas horas, no mesmo cenário, hospedados no mesmo hotel. Depois ele veio para a ATT, onde passamos mais um mês e meio juntos. Temos uma relação muito boa. A minha primeira mensagem de aniversário foi da minha esposa, a segunda foi do Roy Nelson. Temos uma aliança boa, somos profissionais. Se pudéssemos escolher outro adversário, escolheríamos, mas temos que fazer o que o patrão manda. Depois da luta, a gente vai estar junto, vai se abraçar. Vamos ‘matar’ uns dois bois, cinco galinhas e três carneiros na churrascaria”, brincou, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Muitos outros lutadores de MMA evitam ao máximo enfrentar seus amigos. Pezão não vê problema com a situação. “Eu consigo dividir as coisas, inclusive, quando eu nem sabia da luta, ele me falou que lutaríamos. Temos filhos, esposa, família, mas, depois da luta, a vida continua. No vôlei ou no futebol, irmão joga contra irmão. Depois que acabar, a gente se abraça, não tem por que ter inimizade. O MMA é um esporte como qualquer outro”, explicou.

Pezão e Nelson vivem fase delicada no UFC. O brasileiro venceu apenas uma vez em suas últimas sete lutas, enquanto que o norte-americano perdeu seis das oito mais recentes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments