Aldo projeta carreira no futebol após deixar MMA: ‘Quero fazer coisas novas’

Campeão do UFC se diz seguro em sua decisão de largar as lutas e volta a pedir por liberação de seu contrato

Aldo é o campeão interino dos penas do UFC. Foto: Inovafoto

Aldo é o campeão interino dos penas do UFC. Foto: Inovafoto

Atual campeão interino dos penas do UFC, José Aldo parece estar seguro de sua decisão de deixar as competições de MMA. O brasileiro já projeta carreira fora do mundo das lutas e se imagina em trabalhos no futebol, que considera sua verdadeira paixão.

Veja Também

José Aldo declara aposentadoria do MMA: ‘Cheguei no meu limite’
Empresário de Aldo ameaça entrar na justiça para romper contrato com o UFC
O que Aldo pode fazer se confirmar sua aposentadoria do UFC?

Aldo anunciou que pretende abandonar o MMA na última semana, quando mais uma vez se viu frustrado nas tentativas de obter a desejada revanche com Conor McGregor. O UFC, em vez de casar a luta pela unificação dos dois cinturões dos penas, colocou o irlandês para disputar o título dos leves contra Eddie Alvarez, no UFC 205.

O brasileiro, então, vê o ocorrido como uma oportunidade para atuar naquela que considera sua verdadeira paixão. “Nem luta eu acho que vou seguir. Para mim, se tivesse a oportunidade, trabalhar com futebol, que é uma coisa que eu amo. Desde que nasci, sempre sonhei ser um jogador de futebol. Hoje, não sei, acho que não tenho idade para jogar, não tenho experiência. Tenho, graças a Deus, aptidão para praticar esportes e posso trabalhar com isso. Pelo lado esportista ou outro lado também. Isso só o futuro vai dizer”, disse, em entrevista ao canal “SporTV”.

Aldo insistiu que sua saída do UFC também representaria o fim de sua trajetória no MMA, pois não pretende assinar com nenhuma outra organização. “A única coisa boa que quero é que ele [Dana White, presidente do UFC] me libere. Não quero lutar em outro evento. Estou em um nível acima. Não tem porque sair de um campeonato de Série A para disputar a Série B. Sendo que sou bem valorizado onde estou. Não vou dar um passo atrás. Não quero mais lutar. Quero seguir meu caminho em outros esportes, fazer coisas novas. Sou um cara novo, quero aproveitar esse lado também. Não estou com raiva do UFC, gosto do Dana, de todo mundo, espero que me liberem e eu siga meu caminho”, esclareceu.

Aos 30 anos de idade, Aldo vem de vitória sobre Frankie Edgar no UFC 200, combate no qual conquistou o cinturão interino da divisão até 66 kg. Apesar de seu pedido, White afirmou que não pretende liberar o brasileiro de seu contrato.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments