Anthony Pettis defende McGregor: ”As pessoas querem vê-lo lutar”

Ex-campeão dos leves disse que não vê problemas em Conor disputar dois cinturões do UFC e lembra que já tentou o mesmo

A. Pettis (foto) apoiou McGregor. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Pettis (foto) apoiou McGregor. Foto: Josh Hedges/UFC

Conor McGregor recebeu diversas críticas de lutadores após o UFC anunciar que ele disputará o cinturão peso leve (70kg) contra Eddie Alvarez no UFC 205, dia 12 de novembro, em Nova York, mesmo tendo posse do título da categoria dos penas (66kg). No entanto, há quem defenda o irlandês, como é o caso de Anthony Pettis.

Veja Também

O que Aldo pode fazer se confirmar sua aposentadoria do UFC?
UFC frustra Aldo e anuncia McGregor pelo cinturão dos leves em Nova York
Aldo mira duelo com Pettis se não tiver revanche com McGregor

Ex-campeão da divisão até 70kg, e agora atuando entre os penas, Pettis afirmou que não vê nada de errado na decisão de Conor. Ele, inclusive, lembrou que já tentou fazer o mesmo, mas não obteve sucesso.

“Eu estava tentando fazer isso quando eu era campeão. Chamei José Aldo logo depois que ganhei o cinturão no peso leve, e isso estava para acontecer, mas não aconteceu por algumas razões. E agora eu acho que o Conor está fazendo a parte dele. Ele é um cara que está ganhando suas lutas, está batendo seus oponentes, está lutando contra caras como Nate Diaz, porém ele está vencendo as lutas, o que você pode dizer? Ele está vendendo os ingressos, vendendo as lutas, está ganhando as lutas e as pessoas querem vê-lo lutar.” disse Pettis ao programa ‘UFC Tonight’ (EUA).

“Eu queria fazer isso, então não posso dizer que ele não deve ser capaz de fazê-lo. Quando ganhei o cinturão, a primeira coisa que eu disse foi ‘Jose Aldo temos negócios inacabados’. Esse era o meu plano quando eu era o campeão”, completou.

Anthony se referiu ao ano de 2013, quando era para ter enfrentando José Aldo em uma superluta. Contudo, uma lesão do brasileiro impediu que o duelo ocorresse.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments