Aldo mira duelo com Pettis se não tiver revanche com McGregor

Brasileiro pede diariamente por revanche com irlandês, mas começa a considerar outras opções pelo lado promocional

Aldo (foto) perdeu para McGregor em dezembro de 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

Aldo (foto) perdeu para McGregor em dezembro de 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

Desde que perdeu com um nocaute rápido para Conor McGregor, em dezembro do ano passado, José Aldo busca a revanche com seu algoz. No entanto, o brasileiro já começa a planejar seu futuro dentro do UFC caso a chance nunca venha, o que envolveria um combate contra Anthony Pettis.

Veja Também

De olho na revanche, Aldo provoca McGregor: ‘Vai correr mais uma vez’
Técnico revela que McGregor perderá cinturão dos penas se subir de categoria
Pettis estreia em sexto no ranking oficial dos penas

No mês passado, Pettis, ex-campeão dos leves do UFC, estreou na divisão até 66 kg com vitória sobre Charles do Bronx. Assim, Aldo considera que o duelo com o norte-americano seja o ideal se McGregor, de fato, abandonar a categoria dos penas.

“Frustrado eu já estou, mas vamos ver. Toda noite eu sempre peço por mais uma chance [com McGregor], ‘deixa eu subir de novo ali com ele’ porque não vai acontecer de novo o que aconteceu. Mas, se não for, prefiro lutar com o Pettis. Aprendi com eles que não tem só o lance do evento, pelo cinturão. Tem o lado do negócio. Acho que uma luta minha com o Pettis venderia muito mais do que com o [Max] Holloway”, afirmou o brasileiro, em entrevista ao programa “Revista Combate”.

Em julho, Aldo conquistou o cinturão interino dos penas, o que, em tese, lhe daria a chance automática de disputar o título linear, pertencente a McGregor. Contudo, o irlandês ventila a possibilidade de abandonar seu cinturão para iniciar trajetória nos leves.

Curiosamente, Aldo e Pettis chegaram a ter luta marcada no passado. Os dois se enfrentariam no UFC 163, em 2013, no Rio de Janeiro, mas o norte-americano se lesionou e foi substituído por Chan Sung Jung, o “Zumbi Coreano”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments