Por chance ao título, Edson Barboza mira duelo contra Nate Diaz

Michael Chiesa, sétimo do ranking, também foi desafiado pelo brasileiro, que planeja disputar o cinturão da categoria em breve

E. Barboza (foto) vem de duas vitórias consecutivas e é o 5º no ranking peso leve. Foto: Josh Hedges/UFC

E. Barboza (foto) vem de duas vitórias consecutivas e é o 5º no ranking peso leve. Foto: Josh Hedges/UFC

O peso leve  Edson Barboza ainda não tem luta marcada, mas se depender de sua vontade, seu próximo compromisso será ainda este ano. O oponente? Alguém que o coloque, em caso de vitória, próximo de uma disputa de cinturão da categoria. E para isso, dois nomes foram ‘desafiados’: Nate Diaz e Michael Chiesa.

Veja Também

Alvarez e Edson Barboza são promovidos a faixa marrom no jiu-jitsu
Vídeo: Assista à vitória de Edson Barboza sobre Gilbert Melendez
UFC Chicago: Shevchenko surpreende Holm e Edson Barboza domina Melendez

Nate Diaz é um grande nome, está no UFC há muito tempo, é um grande lutador. Alguns caras da minha divisão estão disponíveis agora. Diaz está disponível. Michael Chiesa está disponível. Eu espero que o UFC me ligue em breve porque eu continuo treinando e esperando uma ligação rápida. Esses dois caras são realmente bons. Michael Chiesa está vindo de algumas vitórias. Nate Diaz é muito, muito duro. É uma guerra. Eu sempre entre no octógono e treino para guerra e, se eu lutar contra esses dois caras, será uma guerra” declarou Edson, em entrevista ao site norte-americano ‘Fox Sports’.

Parceiro de treinos de Eddie Alvarez, atual campeão dos leves do Ultimate, Barboza vê o companheiro como um exemplo a ser seguido. “Eu estou em uma boa posição nos rankings, preciso de uma luta grande. Eddie Alvarez é um bom exemplo. Ele ganhou de dois caras bons e conseguiu o “title shot”. Eu acho que estou bem perto. Preciso de mais uma grande luta e definitivamente ficarei perto da chance pelo título. Estou no UFC já há muito tempo. Eu acho que mereço uma grande luta para me colocar perto de um title shot”, completou.

Edson Barboza já atuou duas vezes em 2016: venceu Anthony Pettis, em abril, e Gilbert Melendez, em julho, ambos por pontos. Aos 30 anos, o carioca soma 12 vitórias e quatro derrotas no UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments