Anderson Silva passa por testes antidoping a cada 20 dias

Mesmo tendo lutado apenas duas vezes em 2016, “Spider” já foi testado pela USADA (Agência antidoping dos EUA) em 15 oportunidades desde o início do ano

A. Silva (foto) foi testado 15 vezes só em 2016. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) foi testado 15 vezes só em 2016. Foto: Josh Hedges/UFC

A USADA (Agência Americana Antidoping) segue controlado de perto os lutadores do UFC, especialmente um brasileiro em questão: Anderson Silva. De acordo com informações disponíveis no site do órgão, Silva foi o lutador mais testado em 2016, tendo realizado 15 exames antidoping desde o início do ano, mais do que qualquer outro atleta. da organização.

Veja Também

Leandro Buscapé é demitido pelo UFC
UFC diz que declaração de Werdum sobre Reebok é ‘inaceitável’
Site usa nome do UFC para vender esteroides

Vale lembrar que o “Spider” já foi flagrado em um exame antidoping em fevereiro de 2015, logo após vencer o duelo contra Nick Diaz, em janeiro daquele ano. Na ocasião, o ex-campeão dos médios, flagrado com substâncias anabolizantes em seu organismo, rcebeu uma suspensão de 12 meses, viu a vitória sobre Diaz se transformar em uma luta sem resultado e foi multado em US$ 380 mil.

Além de Anderson, a ex-campeã peso galo Miesha Tate, com 12 exames, também foi uma das mais testadas e aparece em segundo lugar na lista. Na sequência vem os campeões Tyron Woodley e Eddie Alvarez – junto a Johnny Hendricks – com 11 testes cada. Dominick Cruz, Cain Velásquez, Nate Marquardt e Stephen Thompson foram testados 10 vezes no período e completam a lista.

Lutadores que mais foram testados pela USADA em 2016 (até outubro):

15 – Anderson Silva;
12 – Miesha Tate;
11 -Tyron Woodley, Eddie Alvarez e Johny Hendricks;
10 – Stephen Tompson, Dominick Cruz, Dan Henderson, Cain Velasquez e Nate Marquardt.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments