Inglês se revolta com perda de vitória no UFC SP: ‘Decepcionado é pouco’

Darren Stewart diz que estrangeiros devem ‘pensar duas vezes’ antes de enfrentar brasileiros no Brasil e pede revanche em casa

Luta entre Stewart e Bodão teve seu resultado anulado. Foto: Getty Images

Luta entre Stewart e Bodão teve seu resultado anulado. Foto: Getty Images

O lutador inglês Darren Stewart ficou revoltado com a decisão da Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) em anular sua vitória sobre Francimar Bodão no UFC São Paulo, no último sábado (19). Devido ao episódio, Stewart pediu para que os estrangeiros pensem bem antes de aceitar enfrentar um brasileiro no Brasil futuramente.

Veja Também

Comissão revê lance e anula resultado de luta do UFC São Paulo
Sem adversário, Kennedy desafia Anderson, Belfort e Lesnar para o UFC 206
Empresário se mostra aberto a mudança de McGregor ao pro-wrestling

Na primeira luta do evento, Stewart derrotou Bodão por nocaute técnico ainda nos lances iniciais do duelo. A CABMMA reverteu o resultado ao considerar que o inglês deu uma cabeçada (golpe não permitido pelas regras) no brasileiro no lance decisivo, o que transformou a luta em no contest.

Stewart expressou seu descontentamento em mensagem no Instagram. “Dizer que estou decepcionado é pouco. Viajei ao Brasil, perdi o aniversário de dois anos do meu filho, perdi umas férias que já tinha pagado com minha noiva e meu filho para poder competir”, lamentou. “Essa situação inteira é uma porcaria. Eu investi muito tempo e dinheiro para essa luta, venci, mas seus amigos da Comissão Brasileira de MMA reverteram a decisão. Todo lutador deveria pensar duas vezes antes de ir enfrentar um brasileiro no Brasil. Se eu tivesse perdido e apelado à Comissão Brasileira, duvido que o resultado seria revisto, porque não sou brasileiro. Vamos fazer a revanche em Londres, no dia 18 de março. Se eles recusarem, essa situação fica ainda pior”, detonou Stewart.

A decisão da CABMMA gerou polêmica, já que outros casos semelhantes no passado não tiveram revisão, como na luta entre Scott Jorgensen e Jussier Formiga, em Natal (RN). Na ocasião, em 2014, o brasileiro finalizou o norte-americano após uma cabeçada, mas o resultado do combate foi mantido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments