Comissão revê lance e anula resultado de luta do UFC São Paulo

CABMMA aplicou no-contest em duelo entre Francimar Bodão e Darren Stewart após protesto do lutador brasileiro

Luta entre Bodão e Stewart teve seu resultado anulado. Foto: Getty Images

Luta entre Bodão e Stewart teve seu resultado anulado. Foto: Getty Images

Veja Também

Comissão Atlética aprova o uso do replay em lutas de MMA no Brasil
UFC São Paulo: Brasileiros brilham em card preliminar movimentado
BJ Penn encara Rodriguez na luta principal do UFC Phoenix

Uma luta do UFC São Paulo, evento realizado no último sábado (19), teve seu resultado oficialmente alterado. O duelo entre Darren Stewart e Francimar Bodão, que abriu a programação do show, foi declarado no-contest devido a uma cabeçada dada pelo inglês no brasileiro.

Originalmente, Stewart foi declarado vencedor por nocaute técnico. No entanto, Bodão reclamou de uma cabeçada dada pelo rival instantes antes do término do duelo, o que teria tido papel importante na conclusão do combate.

O UFC São Paulo foi o primeiro regulamentado pela Comissão Atlética Brasileira de MMA que teve o uso do replay instantâneo para analisar lances decisivos. A entidade chegou a rever a suposta cabeçada e concluiu que não houve irregularidades. Contudo, após Bodão protestar oficialmente do resultado, o resultado foi revisto e anulado.

“O incidente teve consequência no resultado da luta, já que foi parte do lance que encerrou o combate. O árbitro teria agido diferente e interrompido a luta se tivesse visto o incidente de um melhor ângulo no octógono”, explicou a CABMMA, em comunicado enviado à imprensa na manhã desta terça (22).

Outros casos semelhantes no passado não tiveram revisão, como na luta entre Scott Jorgensen e Jussier Formiga, em Natal (RN). Na ocasião, em 2014, o brasileiro finalizou o norte-americano após uma cabeçada, mas o resultado do combate foi mantido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments