Ronda diz que derrota a ‘salvou’ e avisa: ‘Hora da redenção’

Ex-campeã falou sobre problemas pessoais após revés para Holly Holm e explicou razão pela qual não dá mais tantas entrevistas

Ronda Rousey volta ao octógono no UFC 207 Foto: Divulgação

Ronda Rousey volta ao octógono no UFC 207 Foto: Divulgação

Veja Também

Dana White nega problema com Cyborg e sugere Holm x Rousey
Comissão suspende Brock Lesnar e Jon Jones por um ano
Travis Browne volta ao octógono contra Derrick Lewis no UFC 208

A ex-campeã Ronda Rousey acredita que se tornaria uma pessoa completamente diferente se tivesse vencido a luta principal do UFC 193, no final de 2015. Na ocasião, a norte-americana foi surpreendida por Holly Holm em uma das maiores zebras recentes do MMA. Mais de um ano depois do revés, Rowdy diz que foi “salva” pelo resultado negativo.

“A derrota para Holly Holm me salvou. Eu estava me tornando o tipo de pessoa que odeio. O tipo de pessoa que vive a vida para impressionar os outros. Que coloca uma máscara para o mundo admirar, que faz questão de divulgar qualquer ato de caridade para ganho pessoal de imagem”, comentou Rousey, em entrevista à revista norte-americana ESPN.

Com relação à luta de seu retorno, contra a atual dona do cinturão Amanda Nunes, Ronda explicou que está concentrada em vencer e, por isso, não dá muitas entrevistas, como ocorreu no passado.

“Essa não é a hora para fazer favores de m…É hora da vingança, é hora da redenção.”

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments