Cyborg sobre corte de peso: “Talvez algo ruim vá acontecer comigo”

Brasileira demonstrou preocupação com corte de peso drástico e pediu mais respeito aos fãs de MMA

Cyborg demostrou preocupação com corte de peso. (Divulgação / Reprodução)

Cyborg demostrou preocupação com corte de peso. (Divulgação / Reprodução)

Os polêmicos cortes de peso de Cris Cyborg para atuar no UFC continuam sendo motivo de preocupação para a lutadora. Originalmente da categoria dos penas (até 66kg), a brasileira atuou duas vezes no Ultimate em peso casado (até 63,5kg), sendo que na última luta, quando nocauteou Lina Lansberg no UFC Brasília, em setembro, chegou a perder 11 quilos em quatro dias.

Veja Também

Cyborg reclama de Dana e dispara: “Não luto por cinturão, luto por respeito”
Cyborg desabafa: ‘Sou campeã mundial, mas o UFC não me respeita’
UFC anuncia Holm x De Randamie pelo título pena e Cyborg reclama

Segundo a própria brasileira, as dietas drásticas podem acarretar em problemas no futuro. “Eu não posso fazer isso com meu corpo o tempo todo. Eu não sei, mas talvez algo realmente ruim vá acontecer comigo (..). Eu gostaria que as pessoas me respeitassem como uma campeã mundial, porque eu sou uma campeã mundial, porém as pessoas pensam que não sei que eu sou”, disso, em entrevista ao programa ‘Outside the Lines da ESPN (EUA)’.

Na última semana o UFC anunciou a criação da categoria peso pena feminino, mas surpreendeu ao escalar Holly Holm x Germaine de Randamie pela disputa do cinturão inaugural da divisão, deixando Cyborg de fora. A disputa acontecerá no UFC 208, marcado para dia 11 de fevereiro, no Brooklyn (EUA).

Cris Cyborg, 31 anos, é campeã peso pena do Invicta FC e já realizou duas lutas no Ultimate, ambas em peso casado (até 63,5kg). A estreia aconteceu no UFC 198, em Curitiba, em maio, quando nocauteou Leslie Smith. Na sequência, nocauteou Lina Lansberg no UFC Brasília, em setembro deste ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments