Holloway rebate Aldo e alega lesão para não lutar no UFC 208

Campeão interino dos penas diz que lesão no tornozelo o impede de lutar no início de 2017 e dispara contra o brasileiro

Holloway diz que lesão no tornozelo o impede de lutar no UFC 208.(Foto: Getty Images)

Holloway diz que lesão no tornozelo o impede de lutar no UFC 208.(Foto: Getty Images)

Max Holloway não perdeu tempo e respondeu as declarações de José Aldo, que insinuou que o havaiano estaria “fugindo” de um confronto no UFC 208, que será realizado em Brooklyn (EUA), dia 11 de fevereiro. De acordo com o campeão interino dos penas, uma lesão o impede de lutar no início de 2017.

Veja Também

Aldo diz que Holloway está “fugindo” e revela que deve disputar cinturão interino dos leves
Aldo chama Pettis de ‘decadente’ e dispara: “Holloway é um lutador normal”
Holloway provoca e diz que Aldo precisa de um neurologista

“Não sei de que diabos ele está falando me dizendo que eu sabia antes da luta. Eu não sabia de m**** nenhuma antes da luta. Quando me disseram no cage depois que ganhei que eles queriam a luta em 11 de fevereiro, pensei que eram dez semanas de distância, assim teria duas semanas de folga e, em seguida, teria um camp de oito semanas para me preparar para ele. Então, depois de tudo, minha adrenalina estava lá no alto e estava ficando louco, eles me deixaram excitado e eu disse o que disse. Disse que estava tudo bem e que poderíamos fazer isso. (…) Na manhã seguinte, acordei e meu tornozelo estava inchado como uma perna de elefante. Eu disse ao UFC o que estava acontecendo e não sei por que eles não anunciaram, mas fui até os médicos o mais rápido possível e me disseram que não posso fazer nada de quatro a seis semanas. Nenhum contato, nada no meu tornozelo. Não posso chutar, não posso fazer nada. Descobri uma lesão antiga no meu tornozelo e os disse que estava fora de quatro a seis semanas”, afirmou, em entrevista à Fox Sports.

Holloway também se mostrou irritado com o fato do brasileiro estar dizendo que nunca recusou uma luta proposta pelo UFC. Segundo o “Abençoado”, Aldo não tem moral para falar sobre o assunto.

“Ele está saindo provocando e falando muito, mas, no final do dia, se eu não estivesse ferido, lutaria com seu traseiro qualquer dia da semana. Eu lutaria com ele amanhã. Esse cara é o último que deveria estar falando sobre lesões. Ele quer falar que nunca recusou um adversário em sua vida e não escolhe seus adversários. No (UFC) 205 e 206, ele não lutou comigo. Ele disse que preferiria lutar contra Anthony Pettis e, em seguida, ele quer essa luta (comigo). Ele está dizendo “eu não recuso lutas”, mas vá perguntar a Sean Shelby se Max Holloway já rejeitou uma luta. Eu nunca recusei uma briga em minha vida. (…) Ótimo você nunca ter recusado uma briga, agora se mostre. Você saiu de seis lutas. Eu não sei como ele se orgulha de “eu nunca recusei uma luta”, e depois não aparece para seis lutas. Saia daqui com essa conversa. Essa é a coisa que me irrita. Esse cara está tentando jogar o meu nome na lama. Nunca recusei uma briga. Tenho mais vitórias em 10 lutas do que ele tem vitórias no UFC. Esse cara deve se acalmar. Eu o respeito, ele é uma lenda do esporte, mas ele tem sete defesas de título e saiu de seis delas. Ele quase tem a mesma quantidade de lutas canceladas como fez defesas. Diga-me o que está acontecendo. Eu nunca saí de uma luta em minha vida. Sou o cara mais ativo na divisão”, disparou Max, que completou dizendo que um dia irá “acertar as contas” com Aldo dentro do octógono.

“Tenho o meu bilhete de ouro para lutar com ele e mal posso esperar para ir lá e fazê-lo. Eu sei como trabalhei para chegar aqui. Eu sou o mais ativo. Esse cara pode falar tanto quanto ele gosta, mas eu vou vê-lo mais cedo ou mais tarde”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments