Treinador de Aldo garante: “A gente vai atrás do Conor McGregor”

Dede Pederneiras, líder da Nova União, afirmou que Aldo irá subir de categoria para poder ter a revanche com o irlandês

Pederneiras (dir.) é o principal treinador de Aldo (esq.). (Foto: Reprodução/Instagram)

Pederneiras (dir.) é o principal treinador de Aldo (esq.). (Foto: Reprodução/Instagram)

Não tem mistério: José Aldo quer a revanche com Conor McGregor a qualquer custo, independente de título ou faixa de peso. E quem confirma isso é Dede Pederneiras, treinador do brasileiro.

Sincero, o líder da Nova União, academia na qual Aldo treina, explicou que a a recusa de Max Holloway, campeão interino dos penas (até 66kg), para um duelo no UFC 208, em fevereiro, mudou os planos traçados para 2017. Agora, o foco é subir para os leves (até 70kg) e se credenciar para uma disputa de cinturão contra o irlandês, atual número campeão da categoria.

Veja Também

Khabib provoca ‘pequeno’ Aldo e aconselha: ‘Seja você mesmo’
Aldo diz que Holloway está “fugindo” e revela que deve disputar cinturão interino dos leves
Técnico de Aldo: ‘Revanche com Conor pode ser no boxe’

“Ele próprio falou: ganhei meu cinturão, o defendo agora – isso numa conversa já discutida entre a gente – e a gente vai atrás do Conor. Quando o Sean Shelby me disse que a luta não aconteceria no dia 11 de fevereiro, falei: “Sean, agora a gente está numa situação complicada. Nossos planos para esse ano seriam essa luta, um desafio ao desafiante número 1, que seria o Khabib – a gente quer pegar o cara mais duro da categoria, que todo mundo, digamos, corre dele -, e depois disso o Conor, que está esse tempo todo grávido e só depois disso que vai poder lutar. A gente pode até fazer essa luta (com o Khabib) pelo título interino, porque aí você não teria mais como caminhar para outro lado que não fosse a luta (com o Conor). Tanto o Sean Shelby como o Dana White acharam uma ideia brilhante, sensacional, para poder o Aldo chegar numa situação que não tivesse como o Conor sentar e falar: “Não vou lutar com ele”, disse Dede, em entrevista ao site ‘Combate.com’.

Questionado sobre quem seria o próximo adversário do manauara, Pederneiras admitiu que ainda não há uma definição sobre o escolhido, mas ressalta que, caso não encontraram um oponente para a disputa de título interino, que a revanche contra Conor seja realizada de imediato.

“A gente aceita qualquer tipo de resposta (de Khabib e Ferguson), mas espera que um dos dois aceite a luta. Ou, em caso de não aceitarem, Dana, estou te pedindo que o Conor venha e lute com o Aldo, e faça a sua revanche. O Aldo prova aí que não tem medo de ninguém, como nunca teve. Nunca negou luta”, falou o treinador, que completou ironizando Holloway e afirmando que a divisão dos penas não ficaria “travada”.

“Não pararia a categoria (dos penas), já que temos um campeão interino. Já que (Holloway) não aceitou lutar agora porque vai para a Disney, ele faz uma luta e defende seu título interino, e o Aldo faz a luta que ele tem que fazer e, caso saia vencedor, pega o Conor. Caso seja derrotado, ele luta com o Max Holloway sem problema nenhum. Todo mundo vai ficar feliz. O Max Holloway vai para a Disney ver o Mickey e o Pateta, o Aldo faz a luta com o desafiante número 1, tira a possível derrota do Conor para o Khabib – que é o que todo mundo acha – e finalmente ele tem a revanche com o Conor e mostra para todo mundo que ele é o verdadeiro campeão”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments