Peso leve brasileiro é suspenso por 17 meses pela USADA

Carlos Diego Ferreira foi pego em teste feito fora de competição

C. Diego (foto) só poderá voltar a lutar em setembro de 2017 Foto: Divulgação

C. Diego (foto) só poderá voltar a lutar em setembro de 2017 Foto: Divulgação

Veja Também

Ronda perdeu um bebê antes de aceitar luta com Amanda, diz site
Augusto Tanquinho é escalado para o card do UFC Phoenix, em janeiro
Overeem e Mark Hunt se enfrentam no UFC 209, em março

O brasileiro Carlos Diego Ferreira foi punido, nesta quarta-feira (21), por 17 meses pela USADA, por uso da substância proibida ostarine. O teste, feito fora de competição, foi administrado em 29 de abril, o que significa que ele só poderá voltar ao octógono a partir do fim de setembro de 2017.

O peso leve estava treinando para uma luta com Abel Trujillo, que seria válida pelo UFC Vegas de 29 de maio, cuja luta principal foi a derrota do brasileiro Thomas Almeida para Cody Garbrandt. Ele também foi suspenso por um ano pela Comissão Atlética de Nevada.

Carlos Diego havia divulgado para a USADA o uso da substância 7 keto DHEA, a mesma que usou Lyoto Machida. Porém, o brasileiro também foi pego utilizando ostarine, substância com propriedades semelhantes a de um esteróide. Ferreira vinha de vitória sobre Olivier Aubin-Mercier, em janeiro deste ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments