Woodley se coloca acima de GSP e diz que é o melhor meio-médio da história | SUPER LUTAS

Woodley se coloca acima de GSP e diz que é o melhor meio-médio da história

Atual campeão da categoria afirmou que irá provar aos fãs ser o melhor de todos os tempos até 77kg

Woodley acredita ser o melhor meio-médio da história. (Foto: Getty Images)

Woodley acredita ser o melhor meio-médio da história. (Foto: Getty Images)

Atual campeão dos meio-médios do Ultimate, Tyron Woodley conquistou o cinturão há menos de sete meses, mas o fato já é o suficiente para colocá-lo acima até mesmo de Georges St. Pierre, que reinou na categoria durante sete anos. De acordo com T-Wood, ele é o melhor lutador até 77kg na história do MMA, e só precisa continuar vencendo para provar isso aos fãs.

Veja Também

“Não é que eu queira calar os críticos, mas eu sou o melhor meio-médio que já lutou no octógono e eu só preciso continuar vencendo para provar. Eu e meus treinadores sabemos que ocupo esse lugar atualmente. Eu sou mais completo e soco mais forte que o Georges St-Pierre, e ele era o melhor de todos os tempos. Então, sinto que eu tenho as ferramentas, a habilidade e tudo o que eu preciso fazer é continuar nocauteando eles um por um para eventualmente ser reconhecido como o melhor meio-médio que já lutou no octógono”, declarou o lutador, em entrevista ao site ‘TMZ’ (EUA).

Apesar de ser intitular-se como o melhor de todos os tempos, Woddley tem apenas uma defesa de cinturão na organização, realizada no empate com Stephen Thompson no UFC 205, em novembro de 2016. No próximo dia 4 de março, no UFC 209, ele irá fazer a revanche com Thompson, e prometeu dominar o rival para, depois, começar a planejar seus próximos adversários.

“Obviamente, se eu não focar no Wonderboy, nenhuma dessas lutas vai acontecer. Ele que vai encarar o GSP, o Conor McGregor, o Demian Maia, o Robbie Lawler, o Jorge Masvidal. Eu vejo todas essas lutas no meu futuro, mas obviamente depois de passar por ele (Thompson) de uma forma dominante”, concluiu.

Woodley, 34 anos, se tornou campeão da categoria ao derrotar Robbie Lawler no UFC 201, em julho de 2016, por nocaute no primeiro round. Com 16 vitórias e apenas três derrotas na carreira, ele não sabe o que é perder desde 2014, quando foi superado por Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes. No Ultimate, soma seis resultados positivos, dois negativos e um empate.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments