Amanda Nunes está fora do UFC 213 após ser hospitalizada

Ainda não há detalhes do estado de saúde da campeã, que precisou ir ao hospital no dia do UFC 213, cancelando sua participação

A. Nunes não luta no UFC 213 (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

A. Nunes não luta no UFC 213 (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

O UFC 213 perdeu sua luta principal poucas horas antes do seu início. A campeã Amanda Nunes sofreu um problema de saúde e foi hospitalizada neste sábado (8), cancelando sua participação na grande atração da noite. Ela defenderia seu cinturão peso galo contra Valentina Shevchenko. Com isso, o novo combate principal do show será o duelo entre Robert Whittaker e Yoel Romero, válido pelo cinturão interino dos médios. A informação é do site norte-americano MMA Fighting.

Veja Também

UFC 213 – Yoel Romero x Robert Whittaker

Ainda não há maiores detalhes sobre o estado de saúde da campeã, mas o jornalista Ariel Helwani, do MMA Fighting, revelou que a brasileira vinha sentido desconforto durante toda a semana da luta. Mesmo assim, ela cumpriu seus compromissos de divulgação do UFC 213 e bateu o peso limite da categoria dos galos (61 kg.) com sucesso na pesagem oficial.

Esse é o terceiro ano seguido que o tradicional evento da semana da Independência norte-americana tem que ser mudado. Em 2015, José Aldo sofreu uma lesão semanas antes da luta com Conor McGregor e foi substituído por Chad Mendes. No ano passado, Jon Jones foi pego em teste antidoping na semana do UFC 200 e sua luta com Daniel Cormier foi cancelada – DC enfrentou Anderson Silva em duelo que não valia o seu título meio-pesado.

Curiosamente, a própria Amanda substituiu a luta principal naquela ocasião: seu duelo com a então campeã Miesha Tate virou a luta principal do UFC 200. A Leoa finalizou Tate no primeiro round e conquistou o cinturão que defenderia pela segunda vez neste sábado.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário