Após saída de Mousasi, Marreta muda foco e pede por Brunson ou Boetsch

Vindo de duas vitórias consecutivas, Marreta mostrou interesse em enfrentar Derek Brunson ou Tim Boetsch

Marreta vem de duas vitórias consecutivas (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)

Marreta vem de duas vitórias consecutivas (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)

Minutos após a vitória por nocaute técnico sobre Gerald Meerschaert no UFC 213, realizado no último sábado (08), Thiago Marreta traçou seu objetivo: conseguir uma revanche com Gegard Mousasi, que o derrotou em julho de 2016. No entanto, o confronto ficou inviável após o iraniano naturalizado holandês deixar o Ultimate rumo ao Bellator. Consequentemente, o brasileiro se viu obrigado a mudar seus planos na divisão dos médios. De acordo com Marreta, outros dois nomes ranqueados o chamam a atenção: Derek Brunson e Tim Boetsch.

Veja Também

Marreta nocauteia nas preliminares do UFC 213 e desafia Mousasi
Mousasi não chega a acordo com o UFC e assina com o Bellator

“Independentemente do Mousasi ter ido para o Bellator, eu já sabia que minha próxima luta não seria contra ele. Entendo a decisão dele, ele fez o que achava melhor financeiramente. Agora vamos aguardar para saber o posicionamento do UFC sobre o meu futuro. Tem vários caras que poderiam me dar uma boa luta, como o Derek Brunson e o Tim Boetsch, além de outros… Na verdade eu luto com quem vier, não tem essa de escolher adversário”, declarou, em entrevista ao site ‘Portal do Vale Tudo’.

Questionado sobre a luta que definiu o campeão interino dos médios, Marreta elogiou Robert Whittaker, que superou Yoel Romero por pontos. Para o carioca, o australiano é favorito para o confronto com Michael Bisping, atual dono do cinturão linear.

“Foi uma grande luta entre o Romero e o Whittaker, não à toa ganharam o bônus de melhor luta da noite. Agora, sinceramente, não vejo o Michael Bisping ganhando do Whittaker, não. Acho que o Whittaker tem todas as credenciais para ser o novo número 1 da categoria”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments