Técnico de St. Pierre cita McGregor e Mayweather como possíveis desafios

Firas Zahabi trabalha como principal treinador do ex-campeão e diz que ele vai buscar 'lutas épicas'

F. Zahabi (esq) falou sobre futuro de GSP (Foto: Reprodução Facebook UFC)

O ex-campeão do UFC Georges St. Pierre deixou seu cinturão peso médio vago para lidar com uma colite, infecção no intestino grosso. Porém, mesmo com sua carreira em compasse de espera, o canadense faz planos grandiosos para quando voltar a lutar. E eles incluem dois dos maiores nomes dos esportes de combate. Firas Zahabi, treinador de GSP, revelou que seu pupilo irá buscar os “duelos mais épicos possíveis” e mencionou Conor McGregor e Floyd Mayweather como possíveis adversários de St. Pierre.

Veja Também

Thompson elogia Dos Anjos e o desafia após UFC Winnipeg
Woodley critica performance de Dos Anjos: ‘Vi muitas falhas’
Dos Anjos rebate provocações de Covington: ‘Não venceu ninguém’

Em entrevista à emissora canadense TSN, Zahabi declarou que GSP deverá esperar até estar totalmente curado da doença para retornar aos treinos e garante que o próximo passo do lutador é uma superluta.

“Eu acho que Georges vai cuidar de si, melhorar e depois voltar para a academia. Vai sentir as reações do próprio corpo e aí vai decidir o que quer. Vai procurar saber o que quer, qual é a luta mais interessante e qual a luta mais épica que está ao seu alcance. Conor McGregor? Floyd Mayweather? Nós precisamos de uma megaluta. Georges vai voltar para uma grande e excitante luta”, comentou Zahabi, que defendeu a decisão de seu pupilo de buscar lutas que lhe gerem mais dinheiro.

“Eu sempre falo para as pessoas que o criticam: “Vão lá e façam o que ele fez”. Não é fácil. Ele defendeu seu título meio-médio várias vezes. Muitos caras tiveram suas chances. Os lutadores agora têm que entrar na fila e fazer as coisas do jeito que ele fez. Quando ele estava na fila, nunca reclamou de ninguém. Ele fez tudo isso sem reclamar de ninguém. Ele ajudou a crescer o esporte ou machucou o esporte? Ele ajudou o esporte a crescer. Agora, muitos caras estão ganhando salários maiores, bônus maiores, por quê? Por conta de grandes lutadores, não só de Georges, mas de grandes como ele (…) No futuro, novatos assinarão seu primeiro contrato com o UFC e eles já serão milionários. Por causa de grandes como Georges”, defendeu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments