UFC Charlotte: Brasileiros perdem card preliminar e país segue sem vitórias em 2018

Netto BJJ, Ju Thai e Godofredo Pepey estiveram em ação, mas foram derrotados no programa de abertura do UFC Charlotte

Pinchel (dir.) derrotou Netto (esq.) no UFC Charlotte. Foto: Reprodução / Twitter UFC

O ano de 2018 não começou bem para os lutadores brasileiros. Em nove lutas no ano, os atletas do país ainda não sabem o que é vitória no Ultimate. No card preliminar do UFC Fight Night Charlotte, evento realizado na noite deste sábado (27), três representantes do país subiram no octógono e acabaram derrotados. Godofredo Pepey foi nocauteado por Mirsad Bektic, Juliana Lima foi dominada pela iraquiana Randa Markos, enquanto Joaquim Netto BJJ foi superado por Vinc Pinchel na decisão dos juízes.

Pepey sofre duro nocaute diante Bektic

Bektic comemora vitória sobre Pepey. Foto: Reprodução / Instagram UFC

Não deu nem para a saída! O bósnio Mirsad Bektic mostrou porque é uma das principais promessas da divisão de penas do UFC. Com apenas 26 anos, o lutador conseguiu um nocaute sensacional diante do brasileiro Godofredo Pepey. Por sua vez, o lutador cearense fica sob pressão, já que acumula três derrotas nas últimas quatro apresentações.

Logo no início da luta, Bektic tomou o centro do octógono e controlou as ações. Pepey trabalhava a movimentação para sair do raio de ação do rival. Mas com pouco mais de dois minutos, o bósnio colocou o brasileiro contra as grades e acertou um direto de direta nas costelas de Godofredo. O golpe teve tanta força que fez Pepey cair no chão para levar mais alguns socos até que o árbitro interrompesse e decretasse o nocaute técnico

Ju Thai é dominada por Randa Markos

Veja Também

Cormier e Miocic fazem superluta de campeões por título de pesados no UFC 227
Francis Ngannou anuncia pausa na carreira após derrota no UFC 220

O sinal de alerta está ligado para a brasileira Juliana Lima, a Ju Thai. A lutadora mineira sofreu sua segunda derrota consecutiva na organização, a terceira em quatro lutas e corre risco de demissão.

Na noite deste sábado, Ju não conseguiu impor sua luta em pé, sendo pressionada por Randa Markos no jogo de clinch. A mineira quase surpreendeu a rival com uma queda, mas Randa conseguiu inverter a posição, chegar a montada e terminou a parcial disparando socos e cotoveladas por cima.

No segundo round, Randa repetiu o plano da parcial anterior e buscou o clinch, que não foi evitado por Juliana. Mais uma vez, a brasileira conseguiu a queda, mas, sem nenhum tipo de movimentação no solo, o árbitro recolocou as atletas no centro do cage. No recomeço da disputa, Randa levou o duelo para o chão, chegou a montada e conseguiu conectar bons golpes por cima.

O plano de Randa foi ainda mais preciso no terceiro assalto. Logo nos primeiros segundos, ela conseguiu a queda, golpeou por cima e frustrou todas as tentativas de reversão da mineira para garantir a disputa na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Pinchel bate Netto BJJ em decisão apertada

O norte-americano Vinc Pinchel e o brasileiro Joaquim Netto BJJ travaram um duelo eletrizante, com troca franca de golpes e alternância no controle. No final de 15 minutos, melhor para Pinchel, que quebrou a invencibilidade do brasileiro no MMA após 10 vitórias (sendo três no UFC).

A luta começou em um ritmo quente. Pichel tomou a iniciativa e soltava golpes contra Netto. O brasileiro, mesmo com alguma dificuldade para encontrar a distância, tentava respondia todas as investidas do rival com perigosos contragolpes. Na segunda metade da parcial, Joaquim parece ter se encontrado na disputa. Ele , acertou alguns golpes na troca franca e equilibrou o combate. Pichel ainda tentou a queda, mas Netto defendeu bem.

O segundo assalto começou melhor para o norte-americano. Pichel colocou um ritmo intenso na luta e atacou com precisão, inclusive com uma dura cotovelada com Netto pressionado contra as grades. O brasileiro só conseguiu responder quando um belo chute rodado, na metade da parcial, mas a resposta do rival veio com vários socos em sequência.

Netto voltou ao terceiro assalto disposto a mudar o rumo da disputa. O brasileiro encontrou a distância na troca de golpes, caminhou para frente soltando socos e acuou o rival. Por sua vez, Pinchel, mesmo andando para trás, não deixava de soltar golpes e tentava repetir todas as investidas de BJJ, mas dessa vez sem eficiência.

Em desvantagem na luta em pé, o norte-americano ainda tentou a queda no minuto final, mas Joaquim rapidamente se levantou e voltou a golpear Vinc. Os dois terminaram trocando socos com vantagem para Netto.

Ao final da disputa, os três juízes laterais marcaram a vitória de Vinc Pinchel por 29-28, mas o próprio lutador reconheceu que ele pode não ter vencido o primeiro round.

“Eu achei que ele venceu o primeiro round, sinceramente. O terceiro round pode ter ido para qualquer lado”, disse, o sincero, Vinc Pichel. ainda no octógono.

Resultados do card preliminar UFC Charlotte:

Peso leve: Bobby Green derrotou Erik Koch na decisão unânime dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pena: Mirsad Bektic derrotou Godofredo Pepey por nocaute técnico a 2m47s do R1

Peso mosca: Kaitilin Chookagian derrotou Mara Romero Borella na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso palha: Randa Markos derrotou Juliana Lima na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Ji Yeon Kim derrotou Justine Kish na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso leve: Vinc Pinchel derrotou Joaquim Netto BJJ na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Niko Price finalizou George Sullivan com um estrangulamento a 4m27s do R2

Peso pena: Cory Sandhagen derrotou Austin Arnett por nocaute técnico a 3m48s do R2

Notícias relacionadas