Após dois anos afastado, Carlos Diego Ferreira volta com nocaute avassalador no UFC Austin

Brasileiro, que ficou 17 meses suspenso por doping, voltou ao octógono em grande estilo, nocauteando  Jared Gordon

Carlos Diego vence no UFC Austin. Foto: Twitter / UFC Brasil

Carlos Diego Ferreira esperou quase dois anos para voltar ao octógono – devido a uma suspensão por doping – mas o brasileiro descarregou toda a expectativa pelo retorno de forma avassaladora. Fechando o card preliminar do UFC Austin, evento realizado neste domingo (18), o manauara precisou de menos de dois minutos para nocautear Jared Gordon. O triunfo marcou a 13ª vitória do atleta tupiniquim em 15 lutas, enquanto Gordon sofreu sua segunda derrota como profissional em 16 apresentações.

Veja Também

Belfort confirma duelo com Lyoto no UFC Rio: ‘Após a luta continuaremos amigos’

A luta

Carlos Diego começou a luta disposto a compensar o longo período afastado das competições. O brasileiro partiu para cima logo do rival e chegou a disparar dois chutes ilegais do norte-americano – ele acertou a região genital do adversário. Após as duas interrupções do árbitro, o manauara partiu para encerrar a disputa. No recomeço do combate, Carlos Diego combinou um cruzado, esquivou do ataque de Gordon e soltou jab de encontro no rival. O norte-americano sentiu e foi solo. A partir dai, ele dominou as costas e travou os braços de Jared para soltar uma série de socos até conseguir o nocaute.

“Obrigado a todos por virem. Perdi dois anos da minha vida parado, mas estou de volta. Nada acontece por acaso, e estou saudável para fazer o que eu amo. Ainda tenho muito a mostrar”, disse Ferreira.

Vídeo: Assista ao nocaute de Carlos Diego Ferreira

Lutas rápidas no card preliminar

Além de Carlos Diego, outros quatro vencedores não precisaram de muito tempo para terem o braço erguido no card preliminar. Oskar Piechota venceu Tim Williams por nocaute técnico, Alex Morono, Roberto Sanchez e Geoff Neal  finalizaram Joshua Burkman, Joby Sanchez e Brian Camozzi, respectivamente, todos no primeiro round. A única luta do programa de abertura que chegou ao final na decisão dos juízes foi o duelo feminino vencido por Lucie Pudilova contra Sarah Moras

Resultados do card preliminar

Leves (até 70,3 kg): Carlos Diego Ferreira derrotou Jared Gordon por nocaute a 1m58 do R1

Meio-médio (até 77,1 kg): Geoff Neal finalizou Brian Camozzi com um mata-leão a 2m:48s do R1

Moscas (até 55,7 kg): Roberto Sanchez finalizou Joby Sanchez com um mata-leão a 1m50s do R1

Galos (até 61,2 kg): Lucie Pudilova derrotou Sarah Moras na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-27)

Meio-médios (até 77,1kg): Alex Morono finalizou Joshua Burkman com uma guilhotina a 2m12s do R1

Médios (até 84,0 kg): Oskar Piechota derrotou Tim Williams por nocaute técnico a 1m54s do R1

Notícias relacionadas