McGregor se diz pronto para voltar ao UFC e revela que se ofereceu para enfrentar Edgar

No mesmo dia em que Dana White anunciou que o UFC irá caçar o título de McGregor, irlandês revelou que está pronto para lutar

Conor diz que está pronto para voltar ao UFC. (Foto:Reprodução/Facebook UFC)

Prestes a perder o cinturão dos leves por não lutar desde novembro de 2016, Conor McGregor voltou a surpreender a todos. Depois de Dana White, presidente do Ultimate, revelar que o evento irá retirar o título do irlandês, o ‘Notórios’ respondeu rápido. Ele  revelou que se ofereceu para voltar a divisão de penas (até 65,7 kg.), substituir o lesionado Max Holloway e encarar Frankie Edgar no UFC 222, evento que acontece no próximo dia 3, em Las Vegas (EUA).

Veja Também

Dana White crava: UFC vai retirar cinturão de Conor McGregor
Pai de Mayweather acredita ida do filho para o UFC, mas recomenda: ‘Não vale a pena’

Através de uma longa postagem no Instagram, McGregor revelou que está pronto para voltar ao octógono e que só não encarou Edgar no UFC 222, pois, segundo ele, o Ultimate não tinha prazo para levantar o dinheiro de sua bolsa.

“Eu vou lutar de novo… Coloquei meu nome à disposição para entrar no UFC 222 e enfrentar Frankie Edgar quando Max Holloway se retirou, mas me disseram que não havia tempo o suficiente para gerar o dinheiro que o UFC precisaria”, escreveu.

Conor McGregor conquistou o cinturão dos penas do Utimate na edição 194, em dezembro de 2015, quando nocauteou José Aldo em apenas 13 segundos. Na sequência, o irlandês anunciou que subiria ao peso leve e teve o título dos penas retirado pela franquia. No UFC 205, em novembro de 2016, ele derrotou Eddie Alvez e conquistou o reinado nos leves. Mas por não lutar desde então, o show já anunciou que irá caçar o título do irlandês.

Confira a postagem de Conor McGregor na íntegra

“Eu vou lutar de novo. Ponto.
Sou o melhor nisto.
Coloquei meu nome à disposição para entrar no UFC 222 e enfrentar Frankie Edgar quando Max Holloway se retirou, mas me disseram que não havia tempo o suficiente para gerar o dinheiro que o UFC precisaria.
Eu estava empolgado em aparecer no último minuto e derrubar o último peso pena (que ele ainda não derrotou), sem todo o resto das coisas que vêm com este jogo. Por favor, respeitem a insana quantidade de trabalho que eu fiz fora do jogo da luta.
Além da luta.
Estou aqui.
Depende deles virem me buscar. Porque eu estou aqui.
Sinceramente,
O Campeão Campeão™”.

Notícias relacionadas