Tyron Woodley deseja se aposentar após ser campeão dos médios e meio-médios

O atual campeão dos meio-médios planeja derrotar os principais competidores da categoria e subir de divisão para ser campeão peso médio

T. Woodley (foto) tem um cartel de 22 lutas e 18 vitórias. (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

Tyron Woodley, campeão dos meio-médios do UFC já está na fase final da sua recuperação e ansioso para voltar ao octógono. Ele que retornar no UFC 227, em 4 de agosto, em Los Angeles com o vencedor do confronto entre Rafael dos Anjos e Colby Covington no UFC 225 neste sábado (09). Em entrevista ao site “MMA Junkie”, o campeão afirmou que vai ‘limpar a categoria dos meio-médios e pretende subir para a divisão médio para conquistar o segundo cinturão.

“Você tem que perceber que há certos direitos que você merece como campeão. Quando eu estiver pronto para lutar, agora é hora de lutar. Quem quer que tenham conseguido que eu lute neste momento, venha buscar esse trabalho. Eu não quero sentar e dizer: ‘Ah, eu quero sentar e esperar para ver o que acontece com essa luta’. Eu sou o campeão. Eu quero lutar”, explicou Tyron.

Veja Também

Usman desafia Tyron Woodley e recebe resposta: ‘Basta se credenciar, e eu estarei do outro lado do octógono’
Rafael dos Anjos diz que Woodley atrasou retorno na esperança de ter uma ‘grande luta’

Woodley quer lutar contra todos os lutadores da divisão, até mesmo com os atletas que não estejam atualmente na categoria, como Nate Diaz e Georges St-Pierre.

“Eu meio que quero legitimamente limpar a divisão. Eu não me importaria de lutar [RDA], Colby, [Kamaru] Usman, [Darren] Till, e nesse ponto, a menos que surja outra perspectiva, eu limpei a divisão. Sou o maior meio-médio de todos os tempos”, disse o campeão.

Assim que vencer os oponentes em sua categoria, o campeão meio-médio quer subir para a divisão dos médios e conquistar outro cinturão para poder se aposentar.

“Eu quero terminar minha divisão. Quando tudo está dito e feito, eu fiz tudo o que podia fazer lá. Eu quero subir e me desafiar novamente, e quero tentar ganhar o cinturão dos médios e me defender por lá e me aposentar como peso médio”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário