Tyron Woodley deseja se aposentar após ser campeão dos médios e meio-médios | SUPER LUTAS

Tyron Woodley deseja se aposentar após ser campeão dos médios e meio-médios

O atual campeão dos meio-médios planeja derrotar os principais competidores da categoria e subir de divisão para ser campeão peso médio

T. Woodley (foto) tem um cartel de 22 lutas e 18 vitórias. (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

Tyron Woodley, campeão dos meio-médios do UFC já está na fase final da sua recuperação e ansioso para voltar ao octógono. Ele que retornar no UFC 227, em 4 de agosto, em Los Angeles com o vencedor do confronto entre Rafael dos Anjos e Colby Covington no UFC 225 neste sábado (09). Em entrevista ao site “MMA Junkie”, o campeão afirmou que vai ‘limpar a categoria dos meio-médios e pretende subir para a divisão médio para conquistar o segundo cinturão.

“Você tem que perceber que há certos direitos que você merece como campeão. Quando eu estiver pronto para lutar, agora é hora de lutar. Quem quer que tenham conseguido que eu lute neste momento, venha buscar esse trabalho. Eu não quero sentar e dizer: ‘Ah, eu quero sentar e esperar para ver o que acontece com essa luta’. Eu sou o campeão. Eu quero lutar”, explicou Tyron.

Veja Também

Woodley quer lutar contra todos os lutadores da divisão, até mesmo com os atletas que não estejam atualmente na categoria, como Nate Diaz e Georges St-Pierre.

“Eu meio que quero legitimamente limpar a divisão. Eu não me importaria de lutar [RDA], Colby, [Kamaru] Usman, [Darren] Till, e nesse ponto, a menos que surja outra perspectiva, eu limpei a divisão. Sou o maior meio-médio de todos os tempos”, disse o campeão.

Assim que vencer os oponentes em sua categoria, o campeão meio-médio quer subir para a divisão dos médios e conquistar outro cinturão para poder se aposentar.

“Eu quero terminar minha divisão. Quando tudo está dito e feito, eu fiz tudo o que podia fazer lá. Eu quero subir e me desafiar novamente, e quero tentar ganhar o cinturão dos médios e me defender por lá e me aposentar como peso médio”, concluiu.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments