Atletas do UFC 225 veem retrocesso com a volta da pesagem à noite

A pesagem pela manhã foi implementada para que os lutadores tivessem mais tempo de recuperação par o evento

Com dois anos de implantação da pesagem pela manhã, 62 atletas não conseguiram bater o peso. Foto: Reprodução/Instagram UFC

O presidente do Ultimate, Dana White afirmou nesta semana que o UFC pretende acabar com as pesagens pela manhã. O processo foi implementado em junho de 2016 e tem como objetivo os lutadores terem mais tempo para recuperação para os eventos que ocorre no dia seguinte. O fato gerou polêmica entre os atletas que acreditam que a volta ao modelo antigo é um retrocesso.

Veja Também

Antecipe suas apostas para o UFC 225 e aumente sua margem de lucro
Covington se denomina o ‘Rei do Brasil’ em vídeo promocional do UFC 225

Em entrevista para o site “Combate.com”, Rafael dos Anjos acredita que com a pesagem pela manhã há mais tempo de recuperação. “Acho que na (pesagem) pela manhã o lutador tem mais tempo para recuperar, mas, para quem perde mais peso, acho que à tarde é mais vantajoso. Mas as pessoas vão continuar se desidratando ali do mesmo jeito, não vai mudar isso. Contra o Eddie Alvarez, passei mal, fui fazer a banheira de manhã e desmaiei três vezes, quase bati a cabeça na torneira da banheira. Foi meio dramático”, disse.

Ao contrario do que pensa, RDA, o campeão peso médio,Robert Whittaker afirma estar feliz com a volta do modelo antigo. “Pessoalmente, gosto da pesagem matinal. Por causa das minhas razões, é bom poder se reidratar por mais tempo, mas estou feliz em poder voltar ao modo antigo. Acho que há atletas que estão forçando os limites e dificultando as coisas para eles, e quero que eles sofram um pouco mais, se é que você me entende”, explicou.

Nesses dois anos da implementação, o triplo de lutadores não conseguiram bater o peso nas suas respectivas categoria. Antes da pesagem matinal, 22 lutadores ficaram fora do peso. Enquanto após o novo sistema, 62 atletas não conseguiram bater os limites de suas categorias.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário